APAC e FACEPE lançam novo edital para Gestão e Regulação dos Recursos Hídricos

O investimento é de um milhão e duzentos mil reais em pesquisas científicas nas áreas de recursos hídricos, meteorologia, mudanças climáticas e segurança de barragens

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE), vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), lançaram nesta sexta-feira (10), na sede da Facepe, o edital 11/2023 “Projetos Orientados a Missões: Gestão e Regulação dos Recursos Hídricos em Pernambuco”.

Com investimentos na ordem de R$ 1.200.000,00 oriundos da parcela do Fundo Estadual de Recursos Hídricos, executado pela APAC. O edital tem o objetivo de fomentar atividades de pesquisas, desenvolvimento e inovação. Serão contemplados projetos que criem aplicações, soluções e ferramentas tecnológicas facilitadoras das atividades de Gestão e Regulação dos Recursos Hídricos.

Cada proposta poderá ter o valor máximo de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) com duração de até 18 (dezoito) meses. Os coordenadores de projeto poderão solicitar recursos financeiros destinados a despesas de custeio e bolsas de fomento à inovação (BFI), que já serão atualizadas com o aumento concedido às demais modalidades de bolsas em vigor desde o mês passado.

As regras do edital levarão em conta critérios baseados na qualidade científica e na relevância de sua contribuição nas áreas de recursos hídricos, meteorologia, mudanças climáticas e segurança de barragens. O edital busca principalmente aplicações que facilitem processos e tomada de decisões das atividades de Gestão e Regulação dos Recursos Hídricos nos seguintes temas:

Modernização da fiscalização do uso dos recursos hídricos no Estado de Pernambuco;

- Inovação e desenvolvimento de produtos aplicados à oceanografia física operacional, a oceano atmosfera e ferramentas de monitoramento ambiental frente às mudanças climáticas;

- Classificação, através de sensoriamento remoto, do uso e da ocupação do solo, relacionado às áreas de influência dos reservatórios do Estado de Pernambuco;

- Ferramentas de planejamento, controle operacional e gestão das estruturas do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF).

As propostas devem ser encaminhadas à Facepe exclusivamente através do sistema AgilFAP (htttp://agil.facepe.braté o dia 18/12/2023.

Acesse aqui o Edital na íntegra.
WhatsApp Image 2023-11-10 at 17.41.11 (1)

Reajuste das Mensalidades para Novas Concessões de Bolsas de Fomento à Inovação (BFI) da FACEPE

 

As novas bolsas da modalidade BFI, vinculadas a editais lançados a partir de 10/nov/2023, terão seus valores ajustados conforme Tabela 1.

Devido a restrições orçamentárias nos editais já lançados, as bolsas vigentes não poderão ter seus valores alterados.

Tabela 1 – Valores atuais e valores reajustados da modalidade BFI (Bolsa de Fomento à Inovação) para as novas bolsas, vinculadas a editais lançados a partir de 10/nov/2023.

Nível

Valor atual (R$)

Valor reajustado para as novas bolsas (R$)

BFI-1

6.000,00

8.000,00

BFI-2

5.000,00

6.000,00

BFI-3

4.200,00

5.200,00

BFI-4

3.600,00

4.600,00

BFI-5

3.000,00

3.500,00

BFI-6

2.400,00

3.100,00

BFI-7

1.500,00

2.100,00

BFI-8

1.000,00

1.500,00

BFI-9

750,00

1.000,00

BFI-10

500,00

700,00

 

 

Grupo de Pesquisa PEM da UFRPE, que conta com recursos da Facepe, publica artigo em revista científica Qualis A1

Resolver problemas práticos e viabilizar descobertas científicas importantes para a sociedade são os principais critérios levados em consideração quando um projeto de pesquisa é contemplado por edital da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe). Um exemplo claro dessa política pública é o estudo desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa em Petróleo, Energia e Espectometria de Massas (PEM) da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

WhatsApp Image 2023-10-30 at 16.05.30 (1)O artigo Geochemical Assessment of Tar Balls That Arrived in 2022 along the Northeast Coast of Brazil and Their Relationship with the 2019 Oil Spill Disaster foi publicado na revista Energy & Fuels (Qualis A1), o indicador mais elevado pela classificação de periódicos no Qualis junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e considerada uma das principais revistas científicas do mundo nesta área. Os autores são:

  • Marília G. A. Pereira (Grupo PEM/UFRPE)
  • Ignes R. Santos (Grupo PEM/UFRPE)
  • Isabelle F. S. Lima (Grupo PEM/UFRPE)
  • Maria Eduarda B. Coutinho (Grupo PEM/UFRPE)
  • Jhonattas C. Carregosa (Grupo PEB/UFS)
  • Alberto Wisniewski (Grupo PEB/UFS)
  • Jandyson M. Santos (Grupo PEM/UFRPE)

O artigo traz parte de uma das pesquisas que contou com recursos de dois editais da Facepe (APQ-0036-1.06/20 e APQ-0656-1.06/19) voltados para o derramamento de petróleo no mar que atingiu o litoral nordestino em agosto de 2019, chegando a mais de mil localidades, numa extensão que vai do Maranhão ao Rio de Janeiro.

Novas ocorrências de aparecimento de óleo foram registradas no ano de 2022 no Litoral de Pernambuco e a pesquisa procurou responder à sociedade e às autoridades se os dois derramamentos eram do mesmo óleo.

Em menos de duas semanas, os pesquisadores coletaram, prepararam e analisaram quimicamente as amostras de material petrolífero do derramamento de 2022, comparando-as com as encontradas em 2019.

“A gente queria dar uma resposta rápida à sociedade e a comunidade científica”, explica o coordenador do Grupo PEM, o Prof. Dr. Jandyson Machado Santos, do Departamento de Química da UFRPE.

A conclusão do estudo é de que não há relação química entre as amostras, ou seja, são óleos com origem geoquímica diferentes. O Grupo PEM foi o primeiro do Brasil a divulgar cientificamente a comparação entre uma amostra e outra. No entanto, o feito levanta uma outra curiosidade, de qual seria a origem desse material de 2022.

“Existem relatos na comunidade científica de que o primeiro derramamento de 2019 pode ter vindo de um navio naufragado na 2ª Guerra Mundial, e se isso for verdade, nesse mesmo navio poderia haver o armazenamento desse segundo tipo de óleo que aportou na costa em 2022, porém, acredito que o mais provável é que se trate de um novo evento não correlacionado com o anterior”, explica o professor Jandyson.

WhatsApp Image 2023-10-30 at 16.05.30 (2)O Grupo PEM é formado atualmente por 12 pesquisadores, sendo sete doutores, três mestres e dois de Iniciação Científica, e já formou mais de 18 pesquisadores. Desses, duas pesquisadoras contam com bolsas da Facepe de Doutorado, como é o caso da primeira e segunda autoras do artigo Marília Gabriela Pereira e Ignes Regina dos Santos.

Marília ressalta a importância da contribuição do fomento a sua formação enquanto pesquisadora. “O fomento é imprescindível para que a gente consiga, de forma mais tranquila, conseguir realizar as pesquisas. Se não fosse a bolsa, a gente não conseguiria ter um aluno dedicado e exclusivo para poder tratar de assuntos que envolvam o meio ambiente e a sociedade”.

Edital PBPG (Programa de Bolsas de Pós-Graduação) 2024.1 foi publicado

PBPG novo

A FACEPE lança o edital 14/2023 do Programa de Bolsas de Pós-Graduação (PBPG) que distribuirá 300 (trezentas) bolsas de mestrado e 160 (cento e sessenta) de doutorado para estudantes ingressantes exclusivamente no 1º semestre de 2024.

O Programa de Concessão de Bolsas de Pós-Graduação da FACEPE objetiva apoiar a formação de recursos humanos qualificados através da concessão de bolsas de estudo e pesquisa para o desenvolvimento de dissertações/teses em Programas de Pós-Graduação stricto sensu (mestrado e doutorado acadêmicos) em funcionamento em Pernambuco, com ênfase nos temas de interesse estratégico para o desenvolvimento do estado, bem como na consolidação de cursos novos e na interiorização das atividades de pesquisa.

O encaminhamento (apenas eletrônico) das propostas deverá ser realizado pelos coordenadores dos PPGs até 15/01/2024.

Acesse aqui: Edital_FACEPE_14-2023_PBPG_2024.1

Conferência Estadual de CT&I começa dia 28 de novembro

A Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação é uma iniciativa do Governo do Estado de Pernambuco e integra a V Conferência Nacional de CT&I, com o objetivo de articular o Sistema Estadual de CT&I em torno de debates que influenciem na formulação de políticas públicas voltadas ao setor científico, tecnológico e de inovação, com enfoque no atendimento das necessidades sociais, ambientais e econômicas, sobretudo no contexto do Estado de Pernambuco.

A ser realizada entre os dias 28 de novembro e 1º de dezembro de 2023, a Conferência contará com atividades distribuídas em todo o Estado, tendo como sedes as cidades de Recife, Caruaru e Petrolina. Como temas norteadores, será promovido o debate em torno de quatro eixos:

I – recuperação, expansão e consolidação do Sistema de CT&I;
II -  reindustrialização em novas bases e apoio à inovação;
III – CT&I para programas e projetos estratégicos; e
IV CT&I para o desenvolvimento social.

Confira todos os detalhes do evento no site https://conferenciacti.pe.gov.br/

Seminário Pós-Doc 2023 – Programação

LOGO 2023

 

Programação

Para os Pós-Docs das áreas de Agronomia, Farmácia e Química, serão enviados mensagens eletrônicas informando em que sala, dia e turno acontecerá suas participações.

 

Dúvidas, favor enviar para pos.doc@facepe.br