Divulgado o resultado final dos ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio

WhatsApp Image 2024-03-01 at 14.04.50

Nesta sexta-feira (1º), foi divulgada a lista final com os ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero ano XIII. A cerimônia de premiação acontece no dia 07 de março, no Teatro Santa Isabel, no bairro de Santo Antônio, no Recife, a partir das 17h.

Gostaríamos de agradecer a cada uma e a cada um que se inscreveu e reiterar a importância da discussão de gênero em nossa sociedade.

Confira a lista completa aqui.

PRÊMIO NAÍDE TEODÓSIO DE ESTUDOS DE GÊNERO ANO XIII – Lista de Premiados

Divulgado o resultado preliminar dos ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio

premio naide teodosio

Nesta terça-feira (27/02), foi divulgada a lista preliminar com os ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero.

A cerimônia de premiação acontece no dia 07 de março, no Teatro Santa Isabel, no bairro de Santo Antônio, no Recife.

O período de interposição de recursos ao resultado da premiação será entre os dias 28 e 29 de fevereiro de 2024.

Os recursos na modalidade de artigos científicos devem ser interpostos através do sistema AgilFAP.

Para as demais modalidades, os recursos devem conter o nome do candidato, o título do trabalho, a modalidade da inscrição e as razões recursais, sendo encaminhados para o e-mail:

diretoria.politicas@secmulher.pe.gov.br

Confira a lista completa abaixo.

Lista resultado preliminar dos ganhadores do premio naide teodosio

INCTs mostram resultados práticos no desenvolvimento da saúde e conservação da natureza

O encerramento das oficinas virtuais dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia promovidas pela Facepe reuniu, na manhã desta quinta-feira (26), pesquisadores e convidados da comunidade acadêmica para acompanhar as apresentações de resultados e aplicações práticas dos INCTs de Inovação Farmacêutica e Etnobiologia, Bioprospecção e Conservação da Natureza.   

Paulo CunhaEm tom de balanço do que foi mostrado ao longo dos últimos quatro dias, o diretor científico da Facepe, Paulo Cunha, ressaltou a qualidade de ponta das pesquisas dos INCTs e que isso é atestado por meio de avaliações internacionais. Ele também chamou a atenção para as ações estratégicas estabelecidas pelo edital entre as quais estão a formação de recursos humanos, os resultados práticos efetivos, a cooperação entre as instituições nacionais e internacionais, além da prestação de contas permanente.  “A ideia dessas oficinas é fortalecer essa visibilidade dos produtos e do que está sendo feito nos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia”, disse Paulo Cunha. Pernambuco conta com oito INCTs.

INCTIF5As novidades do instituto de Inovação Farmacêutica (IF) foram apresentadas pelo professor Ivan da Rocha Pitta e pelo representante do grupo Douglas Viana. São 92 pesquisadores ligados ao INCT que conta com a colaboração de outros 24 do Exterior. O INCTIF atua em três eixos de pesquisa: Prospecção de Entidades Químicas Bioativas; Desenvolvimento de Insumos Farmacêuticos; e Otimização do Uso de Medicamentos. A estrutura de laboratórios está sediada no Núcleo de Pesquisa em Inovação Terapêutica Suely Galdino (Nupit-SG) da UFPE.

Um dos resultados apresentados pelo INCTIC diz respeito aos estudos da molécula GQ 16, que demonstra ser promissora em tratamento de inflamações, diabetes e até anticâncer. De acordo com ele, a pesquisa em torno dessa molécula está contribuindo com avanços de outros estudos “e um deles foi publicado pela Sociedade Americana de Nefrologia”, disse Douglas. Ele também destacou outro projeto desenvolvido em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) a qual a Facepe é vinculada. Trata-se da um sistema piloto de inovação e produção de farmoquímicos em Pernambuco. O investimento será de R$ 1.196,700 até 2021.

INCT Etno6Um ponto em comum entre os INCTs apresentados hoje (26) é o da promoção da saúde. A fabricação de novos medicamentos a partir de produtos naturais marcou a apresentação do INCT de Etnobiologia, Bioprospecção e Conservação da Natureza, que conta com apoio da Facepe desde 2017.

Quem fez a apresentação foi o pesquisador da UFPE Ulysses Paulino de Albuquerque.  De acordo com ele, o diferencial deste INCT é buscar uma cadeia produtiva do conhecimento. O funcionamento se dá graças a recursos da Facepe que está na ordem de R$ 1 milhão distribuídos entre a concessão de bolsas e aquisição de materiais. Oito mestrados, dez doutorados, três livros, 35 artigos científicos e quatro ações de extensão representam o retorno do investimento.

Ulysses falou sobre a chamada estratégia etnodirigida que “consiste de entender como seres humanos, ao longo da sua história evolutiva cultural e ecológica, foram se apropriando da natureza e desenvolvendo diferentes utilidades para esses recursos desde a constituição dos primeiros sistemas médicos locais”.

INCT Etno8Um dos eixos investigativos deste INCT se utiliza das florestas sazonais secas do Nordeste como campo de observação. É tema, inclusive, de recente artigo publicado pelo grupo. “São os indicadores de prioridade de conservação para plantas lenhosas medicinais das florestas mais secas do Brasil por uma doutora que recebeu apoio de uma bolsa de apoio técnico disponibilizada pela Facepe”.

Dados necessários para os pedidos de informação de processos à FACEPE

informação

Ao solicitar informações de bolsas/processos à unidades da FACEPE, é necessário a devida identificação. Somente o nome, mesmo que completo, é insuficiente para a busca no banco de dados da instituição.

Assim nos pedidos de informação para qualquer unidade da Fundação (fomento, financeiro, termo de outorga, prestação de contas, etc) é imprescindível relacionar na solicitação os dados abaixo:

  • Número do processo
  • Nome completo
  • CPF

Manual de marcas

Identidade Visual

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco tem o prazer de apresentar a sua nova logomarca, desenvolvida com o objetivo de proporcionar uma comunicação cada vez melhor com o seu público usuário e público em geral. O projeto foi realizado pela Iris Agência Interativa e coincide com as comemorações pelos 25 anos da Fundação pernambucana.

A nova logomarca é moderna e segue a tendência da identidade visual das maiores agências de fomento à CT&I do Brasil e do mundo. Ela tem como elemento central do seu símbolo o hexágono, representando a ciência e a tecnologia, e suas cores são azul, verde, amarelo e vermelho, cores presentes na bandeira de Pernambuco. O projeto de criação pode ser acessado no site da Facepe.

A marca da Facepe deve constar, obrigatoriamente, em qualquer material de divulgação de eventos ou publicações que digam respeito a trabalhos ou atividades financiadas ou apoiadas pela instituição.

A fim de preservar a integridade da marca, foi desenvolvido um manual de aplicação que, junto com os diversos formatos da logo, estão disponíveis para download logo abaixo. É altamente recomendável que todos aqueles que a forem utilizar estejam cientes das aplicações corretas para não causar interferências na marca da Facepe e facilitar aplicações em que ela conviva com outras assinaturas.

O uso da marca deve ser autorizado pela Assessoria de Comunicação da Facepe, pelo e-mail asscom@facepe.br, através do qual deve-se informar o motivo, nome completo e CPF/CNPJ do solicitante.
A marca devará ser aplicada em local visível, com tamanho suficiente para oferecer legibilidade do texto, seja em meio impresso ou eletrônico. Qualquer dúvida será esclarecida pela Assessoria de Comunicação da instituição.

Arquivos para download:

Projeto de criação

Pacote de logomarcas nos formatos Portable Network Graphics (.png) e Adobe Illustrator (.ai)

Manual de aplicação