FACEPE publica o Resultado Final do Julgamento da 1ª FASE do Edital 21/2021 – Pró-Startups Operação

Logo Pró-Startups

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco – FACEPE, vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco – SECTI, torna público o Resultado do Julgamento da 1ª Fase do Edital FACEPE/SECTI n° 21/2021, com a lista das startups aprovadas para a 2ª Fase. A chamada tem por objetivo fomentar a cultura de inovação e a criação de novos negócios de base tecnológica, em conexão com os diferentes ambientes de inovação localizados no Estado de Pernambuco.

Em um evento organizado no Auditório da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), as 24 startups contempladas na 1ª Fase do Edital apresentaram ao vivo os seus protótipos (MVPs), e foram julgadas por uma Comissão Avaliadora presencial e remota.

Os coordenadores das startups aprovadas deverão aguardar a devida comunicação do Setor de Inovação da FACEPE para os devidos trâmites de assinatura do Contrato de Subvenção Econômica. Aos Coordenadores das startups não aprovadas, serão enviadas correspondências eletrônicas com os pareceres que fundamentaram a análise da proposta.

Acesse o Edital FACEPE 21-2021 Pró-startup Operação – 1ª Fse – Resultado Final

 

 

NOTA DO EDITAL 11/2022

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco – FACEPE, vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco – SECTI, torna pública a presente NOTA referente ao Edital 11/2022 – Fronteiras da Inovação – Avanços para o conhecimento global.

1. O documento Termo de Cooperação Técnico-Científica (ANEXO II) previsto no prazo de submissão da proposta no sistema AgilFAP, poderá ser encaminhado à FACEPE após o Resultado Final do Julgamento do Edital 11/2022 e, particularmente, em caso de APROVAÇÃO da proposta. Logo, a contratação da proposta estará condicionada à apresentação do Termo de Cooperação Técnico-Científica no prazo máximo de 45 dias corridos após a divulgação do Resultado. Para a submissão da proposta, deverá ser submetida uma Carta de Intenções (por todas as partes envolvidas na proposta), em substituição ao referido Termo de Cooperação Técnico-Científica.

2. O Modelo sugerido de Termo de Cooperação Técnico-Científica (ANEXO II) poderá ser substituído no caso de Instituições Executoras e parceiros (Instituição Parceira e Empresa Parceira) que já possuam documento celebrado e vigente (no período de execução do projeto), devendo ser submetido o Termo de Cooperação Técnico-Científica já acordado.

3. A FACEPE prorroga o prazo das submissões das propostas, e divulga o CRONOGRAMA ATUALIZADO:

kk

Nova oportunidade para as Pesquisadoras Doutoras! A FACEPE prorroga o prazo de submissões do Edital nº 07/2022 – Cientistas Inovadoras 2022

Material para divulgação ajustado

 

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) vinculada a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco – SECTI, torna público o novo cronograma do Edital 07/2022/2021 – Cientistas Inovadoras 2022.

Este Edital tem por finalidade incentivar e fortalecer o protagonismo feminino na transformação da sociedade, com soluções inovadoras para a redução das disparidades de gênero, na perspectiva da produção de conhecimentos pelas mulheres, que possam proporcionar benefícios na vida das pernambucanas. As propostas deverão focar na solução de problemas reais e cotidianos, com o dimensionamento do impacto social e das ações integradas envolvendo a sociedade civil.”

Acesse aqui o Novo cronograma do Edital_FACEPE_07-2022_Cientistas Inovadoras 2022 – SecMulher – PRORROGAÇÃO.

Dúvidas relacionadas ao edital poderão ser encaminhadas ao gestor Igor Teixeira (igor.cavalcanti@facepe.br) ou ao Setor de Inovação da FACEPE, através do e-mail inovacao@facepe.br.

No ar a Revista Inovação e Desenvolvimento 8ª Edição

O conflito entre a Rússia e Ucrânia escancarou o cenário de interdependência das maiores economias do planeta. Não há país autossuficiente em todos os produtos necessários ao consumo de suas sociedades. Em certa medida, um produz o que o outro consome, e essa lógica é não-linear. Muito pelo contrário, atua em rede. Gás, petróleo, energia, grãos. Quis a natureza que os recursos necessários ao que se entende por progresso da humanidade estejam distribuídos de maneira não uniforme na crosta terrestre.

A necessidade de ter tudo ao mesmo tempo em todo lugar se choca ao fluxo de produção do local para o global, o que está colocando em xeque a sustentabilidade do planeta. O consumo desenfreado em larga escala representa o perigo do colapso ecológico. Mais que a extinção de animais, plantas, contaminação de águas, isso coloca em risco a existência humana. A Natureza não precisa da humanidade para seguir. Talvez sejamos nós a pedra no caminho dela.

No entanto, essa relação não precisa ser antagônica. Não pode ser. Para o nosso bem e sobrevivência, é preciso ter em mente a necessidade de coexistência e de que tudo está interligado. Esse conceito de Ecologia Integral é a essência da Laudato Si`. A encíclica do Papa Francisco é citada no artigo do pesquisador emérito da Fundação Joaquim Nabuco, Clóvis Cavalcanti, que aborda o desafio a interdisciplinaridade trazido pela economia ecológica.

Essa conexão interdisciplinar pode ser observada também no artigo do professor titular da Universidade Federal de Pernambuco Ulysses Paulino de Albuquerque. Entre outros aspectos, ele trata da flora e fauna medicinal no caso específico da caatinga. O banco de dados, embora relativamente grande, ainda traz desafios que limitam a interpretação do potencial desse ecossistema.

A temática do meio ambiente escolhida para este número 8 da Revista Inovação e Desenvolvimento não poderia ficar de fora também do nosso quadro Cientistas de Pernambuco Falando para o Mundo. A professora titular do Departamento de Biologia (área de Botânica da Universidade Federal de Pernambuco), Rejane Magalhães de Mendonça Pimentel, nos conta a história de um dos fundadores do Instituto de Pesquisas Agropecuárias (IPA), João de Vasconcellos Sobrinho, que se destacou no ensino e pesquisa da área.

A todas e a todos, a equipe da RID deseja uma excelente leitura.

Clique no link e confira a Revista:

Revista da Facepe - Inovação e Desenvolvimento (8a edição) CAPA 

FACEPE e SECTI lançam Edital para apoio ao Combate à Exclusão Digital


marca_inclui_png

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco – SECTI, torna público o Edital FACEPE/SECTI 14/2022 – Inovação Inclusiva no Combate à Exclusão Digital.

Este Edital tem por finalidade apoiar e selecionar projetos de desenvolvimento e inovação inclusiva, com apoio financeiro a propostas relacionadas à Inovação Inclusiva para o Combate à Exclusão Digital e Promoção do Letramento Digital, da Capacitação Tecnológica e da Democratização do Acesso à Internet e às Tecnologias Digitais.

As propostas devem contemplar a criação ou fortalecimento de Centros Tecnológicos Comunitários, em parceria com instituições como Organizações Não Governamentais (ONGs), Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs), Organizações Sociais (OSs), Cooperativas de trabalho, Secretarias Municipais e demais instituições sem fins lucrativos, públicas ou privadas, situadas no estado de Pernambuco, cujas atividades sejam condizentes ao combate à exclusão digital.

O valor global disponível para essa chamada é de R$ 4.000.000,00, para fomentar até 8 propostas com custeio, passagens, diárias, bolsas e capital. Pelo menos 30% do recurso alocado será destinado às RDs do interior. Cada proposta aprovada poderá solicitar até R$500.000,00 para projetos de 24 meses de vigência.

Os pesquisadores interessados devem realizar a submissão de propostas no sistema AgilFAP até o dia 10 de junho de 2021, por meio de procedimento determinado no respectivo edital.

Acesse aqui o inteiro teor do ital_FACEPE_14-2022 Combate a Exclusão Digital.

Dúvidas relacionadas ao edital, devem ser enviadas a Diretoria de Inovação da FACEPE, através do e-mail: inovacao@facepe.br

FACEPE publica o resultado da Etapa I – Enquadramento do Edital 05/2022 PIBIC 2022

PIBIC

Foi publicado o resultado da Etapa I do Julgamento do Edital FACEPE 05/2022 PIBIC 2022 (Análise de Enquadramento).

O prazo para interposição de recurso terminará em 10 (dez) dias corridos do disparo das mensagens eletrônicas aos desenquadrados.

Acesse o Edital_FACEPE_05-2025_PIBIC – Resultado da Etapa I.

FACEPE prorroga prazo de submissão do edital 10/2022 – PITEC 2022

PITEC 2022 APOIO A PARCERIAS PARA A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A FORMAÇÃO QUALIFICADA

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE), vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), informa que o prazo de submissão de propostas para o Edital 10/2022 – Programa de Apoio a Parcerias para Inovação Tecnológica e Formação Qualificada – PITEC 2022, foi prorrogado por mais 15 dias.

O PITEC é um programa da FACEPE para projetos que tenham como objeto a execução de atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação e/ou de programas de formação de recursos humanos altamente qualificados, realizados em parceria entre empresas e instituições científicas e tecnológicas (ICT) ou de ensino superior (IES), situadas em Pernambuco.

As submissões das propostas irão até as 17h do dia 16/05/2022 e deverão ser realizadas por intermédio do Formulário de Solicitação a Inovação – SIN (modalidade PITEC), disponível no Sistema AgilFAP (http://agil.facepe.br) da FACEPE.

Clique aqui e confira o cronograma atualizado: Edital_FACEPE_10-2022_PITEC – Prorrogação.

 

FAPESP e FACEPE lançam chamada conjunta de Apoio à Pesquisas em Meio Ambiente

Logo MA

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco – FACEPE e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP, divulgam a oportunidade de pesquisa colaborativa aos pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino Superior ou Pesquisa de ambos os Estados, interessados em submeter propostas que visem à formação ou ao fortalecimento de redes de pesquisa colaborativa entre os Estados de Pernambuco e de São Paulo. Esse edital renova os laços cooperativos existente entre as fundações desde a celebração do memorando de entendimento, em julho de 2018, que fundamenta as intenções de ambas as fundações de apoiarem conjuntamente projetos de pesquisa de alto nível científico desenvolvidos nos estados de Pernambuco e de São Paulo.

É inegável a importância de se reduzir, em escala global, o consumo de recursos energéticos fósseis e promover uma transição das matrizes energéticas para as fontes renováveis. Nesse sentido, o Brasil possui um dos maiores potenciais do mundo, com as fontes renováveis respondendo por cerca de 80% da produção de energia elétrica no país. A principal fonte de energia renovável para geração de eletricidade no Brasil é a hidrelétrica, que representa mais de 60%, seguida pela eólica (~9%), biomassa (resíduos agroindustriais, biogás e biometano) (~9%) e solar centralizada (~1%). Embora o potencial existente seja expressivo, existem obstáculos para uma maior expansão do uso da energia renovável. Nesse sentido a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico podem melhorar as condições de atratividade e confiabilidade dos sistemas, ampliando sua efetiva adoção.

Desta forma, é imprescindível apoiar atividades de pesquisa em CT&I que tragam benefícios tanto na produção de energia renovável e sustentável quanto no controle das emissões de carbono.

A transferência de conhecimento e o fortalecimento de redes de pesquisa relacionados à Meio Ambiente serão destaque nesta chamada pública para os seguintes temas: 

i. Produção de energia renovável e sustentável;

ii. Controle da emissão de carbono.

 

As propostas só serão enquadradas caso sejam submetidas em ambas as instituições de fomento, FACEPE e FAPESP, pelos respectivos colaboradores de Pernambuco e de São Paulo.

A FACEPE fará um aporte global para esta chamada na ordem de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais), cogitando um valor máximo por proposta de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), enquanto a FAPESP fará um aporte máximo por proposta de até R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).

A data limite para submissão das propostas será até 27 de maio de 2022.

Para quaisquer informações adicionais consulte o Edital_FACEPE_09-2022_FAPESP-FACEPE – Meio Ambiente e a gestora Ana Cássia (ana.lima@facepe.br / Fone: 3181-4608).