Adiado o resultado dos indicados ao Prêmio Naíde Teódósio de Estudos de Gênero – Ano X

naideEm função da grande quantidade de trabalhos submetidos nesta edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero – Ano X e do compromisso com o processo de julgamento, a  lista de premiados, que de acordo com o cronograma do prêmio seria divulgada ontem dia 27 de setembro, foi adiada para o  04 de outubro de 2017,  próxima quarta-feira.

 

Estudo dos egressos de bolsistas IC da FACEPE está disponível

A FACEPE divulga o estudo realizado em que se analisa o perfil dos bolsistas de Iniciação Científica (IC) da FACEPE durante o período de 2005 a 2012. As principais diretrizes para essa pesquisa foram:

  1. A pesquisa envolveu uma análise individual a partir do curriculo Lattes cadastrado pelo bolsista;
  2. Para fins de recorte, foram descartados os currículos não atualizados a partir de 2014;
  3. Bolsistas posteriores ao recorte (2005/2012) não foram incluídos no estudo.

O estudo busca compreender 3 questões fundamentais:

  • Quanto a sua formação
  • Quanto a sua atuação
  • Quanto ao local de atuação atual

Acesse aqui o estudo completo.

Capes homologa o resultado do Edital FACEPE 01/2017 Estímulo à Cooperação Internacional dos Programas de Pós-Graduação de Pernambuco

internacionalização2

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) divulga o resultado do Edital – 01/2017 – Estímulo à Cooperação Internacional dos PPGs de Pernambuco, em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Os projetos aprovados contarão com recursos de mais de R$ 1.000.000,00, provenientes da CAPES, destinados ao suporte de passagens e diárias internacionais para discentes dos Programas de Pós-Graduação de Pernambuco. Os coordenadores dos projetos homologados receberão por correspondência eletrônica as instruções para a devida implementação dos financiamentos.

Confira o resultado.

O “Prêmio Ricardo Ferreira ao Mérito Científico” deste ano vai para a Profa. Dra. Josefa Salete Barbosa Cavalcanti

A eleição do nome foi realizada na 2ª Reunião Ordinária de 2017 do Conselho Superior da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco – FACEPE em 06/06/2017 e este ano a área agraciada foi a de Ciências Humanas, Letras e Sociais. O Prêmio Ricardo Ferreira ao Mérito Científico será entregue no dia 25 de outubro do corrente ano no Salão Nobre da FACEPE.

WhatsApp Image 2017-09-20 at 10.13.03 (2)

A Profa. Josefa Salete Barbosa Cavalcanti é professora titular do Departamento de Sociologia do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Pernambuco e dos Programas de Pós-Graduação em Sociologia e em Antropologia da UFPE e pesquisadora 1-C do CNPq. Tem doutorado em Sociologia pela Manchester University e mestrado em Antropologia Social pela  UFRJ, com pós-doutorado na University of Wisconsin/Madison e na Cardiff University.

Foi professora visitante: University of Wisconsin/Madison, Cardiff University, Sam Houston State University, Universität Hamburg, Freie Universität Berlin, Universidad Nacional del Comahue e Universidad Nacional de Córdoba. Foi Professora da UFPB. É membro do comitê científico do Doutorado em Estudios Sociales Agrarios- Universidad Nacional de Córdoba; professora titular da Maestria en Sociologia de la Agricultura, e do Doctorado en Estudios Sociales Rurales y Agrarios da Universidad Nacional del Comahue. Membro do comitê Executivo do RC40 da International Sociology Association, ISA (2010-2018).

Coordenadora e membro do comitê assessor do CNPq(2011-2014); foi membro da comissão de avaliação de cursos de pós-graduação da área de Sociologia da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Ex-Secretária geral da Sociedade Brasileira de Sociologia (2005-2007). Ex-Vice-Presidente da Associação Latino-Americana de Sociologia Rural. Áreas de atuação: Antropologia e Sociologia, com ênfase em Sociologia Rural e Antropologia Rural. Principais temas: globalização da agricultura e dos alimentos; desenvolvimento rural, sociedades camponesas; desigualdades sociais; trabalhadores migrantes, trabalho e gênero.

Publicou 23 artigos, 27 trabalhos em anais, 61 resumos, 12 livros e 55 capítulos de livros. A profa. Josefa foi agraciada recentemente com o Prêmio Florestan Fernandes 2017 concedido pela Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS).

Capes divulga as notas dos cursos de mestrado e doutorado no país e a FACEPE traz os principais dados dos cursos de Pernambuco

quadrienal capesA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje, 20/09/2017, as notas dos programas de pós-graduação do país. Esses programas stricto sensu (mestrado, doutorado e mestrado profissional) receberam notas na Avaliação Quadrienal.

Os resultados da avaliação periódica de programas de pós-graduação são expressos em notas, numa escala de 1 a 7, que são atribuídas aos mestrados e doutorados após análise dos indicadores referentes ao período avaliado. Esta análise é conduzida nas comissões de área de avaliação e, posteriormente, no CTC-ES, que homologa os resultados finais. São estes resultados que fundamentam a deliberação do Conselho Nacional de Educação – CNE/MEC sobre quais cursos obterão a renovação de reconhecimento para a continuidade de funcionamento no período subsequente.

Os programas que obtiveram nota 3, considerado padrão mínimo de qualidade, não deve ser considerado como significado de rendimento insatisfatório porque alguns deles são de cursos recém-criados ou foram submetido a apenas dois processos de avaliação. Ou seja, ainda é preciso esperar para ver se o programa se estrutura ou se os problemas perduram e não são corrigidos.

Números de Pernambuco:

Pernambuco apresenta, após essa avaliação, 10 (dez) Programas de Pós-Graduação de nível internacional com conceitos  6 e 7. A FACEPE homenageia-os:

PPGs que receberam conceito máximo, 7 (sete)

UFPE

CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO

UFPE

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UFPE

FÍSICA

 

PPGs com conceito 6 (seis)

UFPE

BIOLOGIA ANIMAL

UFPE

CIÊNCIA POLÍTICA

UFPE

QUÍMICA

UFPE

SERVIÇO SOCIAL

UFPE

SOCIOLOGIA

UFRPE

ENGENHARIA AGRÍCOLA

UFRPE

ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA

 

PPGs com conceito 5 (cinco)

IMIP

SAÚDE INTEGRAL

UFPE

ANTROPOLOGIA

UFPE

ARQUEOLOGIA

UFPE

BIOLOGIA VEGETAL

UFPE

CIÊNCIA DE MATERIAIS

UFPE

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

UFPE

COMUNICAÇÃO

UFPE

DESENVOLVIMENTO E MEIO AMBIENTE

UFPE

DESENVOLVIMENTO URBANO

UFPE

ECONOMIA

UFPE

EDUCAÇÃO

UFPE

ENGENHARIA CIVIL

UFPE

ENGENHARIA ELÉTRICA

UFPE

ESTATÍSTICA

UFPE

GEOGRAFIA

UFPE

INOVAÇÃO TERAPÊUTICA

UFPE

MATEMÁTICA

UFPE

MEDICINA TROPICAL

UFPE

NUTRIÇÃO

UFPE

OCEANOGRAFIA

UFPE

TECNOLOGIAS ENERGÉTICAS NUCLEARES

UFRPE

AGRONOMIA (CIÊNCIAS DO SOLO)

UFRPE

BIOCIÊNCIA ANIMAL

UFRPE

BIOTECNOLOGIA – REDE RENORBIO

UFRPE

ETNOBIOLOGIA E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA

UFRPE

FITOPATOLOGIA

UFRPE

MEDICINA VETERINÁRIA

UFRPE

RECURSOS PESQUEIROS E AQUICULTURA

UFRPE

ZOOTECNIA

 

PPGs com conceito 4 (quatro)

IAM

BIOCIÊNCIA E BIOTECNOLOGIA EM SAÚDE

IAM

SAÚDE PÚBLICA

UFPE

ECONOMIA – CAMPUS AGRESTE

UFPE

EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA

UFPE

ADMINISTRAÇÃO

UFPE

BIOLOGIA APLICADA À SAÚDE

UFPE

BIOLOGIA DE FUNGOS

UFPE

BIOQUÍMICA E FISIOLOGIA

UFPE

BIOTECNOLOGIA

UFPE

CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

UFPE

CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UFPE

CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS

UFPE

CIRURGIA

UFPE

DESIGN

UFPE

DIREITO

UFPE

EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E TECNOLÓGICA

UFPE

ENFERMAGEM

UFPE

ENGENHARIA QUÍMICA

UFPE

GENÉTICA

UFPE

GEOCIÊNCIAS

UFPE

HISTÓRIA

UFPE

LETRAS

UFPE

Nanotecnologia Farmacêutica

UFPE

NEUROPSIQUIATRIA E CIÊNCIAS DO COMPORTAMENTO

UFPE

ODONTOLOGIA

UFPE

PSICOLOGIA

UFPE

PSICOLOGIA COGNITIVA

UFRPE

PRODUÇÃO AGRÍCOLA

UFRPE

AGRONOMIA ( MELHORAMENTO GENÉTICO DE PLANTAS)

UFRPE

BIOMETRIA E ESTATÍSTICA APLICADA

UFRPE

BOTÂNICA

UFRPE

CIÊNCIAS FLORESTAIS

UFRPE

DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MEDICAMENTOS

UFRPE

ECOLOGIA

UFRPE

ENGENHARIA AMBIENTAL

UFRPE

ENSINO DAS CIÊNCIAS

UFRPE

HISTÓRIA

UFRPE

QUIMICA

UFRPE

SANIDADE E REPRODUÇÃO DE RUMINANTES

UFRPE

ZOOTECNIA

UFRPE

PRODUÇÃO VEGETAL

UNICAP

CIÊNCIAS DA LINGUAGEM

UNICAP

CIÊNCIAS DA RELIGIÃO

UNICAP

DESENVOLVIMENTO DE PROCESSOS AMBIENTAIS

UNICAP

DIREITO

UNICAP

PSICOLOGIA CLÍNICA

UNIVASF

CIÊNCIA ANIMAL

UNIVASF

CIÊNCIA DOS MATERIAIS

UNIVASF

CIÊNCIAS DA SAÚDE E BIOLÓGICAS

UNIVASF

CIÊNCIAS VETERINÁRIAS NO SEMIÁRIDO

UPE

ODONTOLOGIA

UPE

BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR APLICADA

UPE

EDUCAÇÃO FÍSICA

UPE

ENFERMAGEM

UPE

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

UPE

HEBIATRIA – DETERMINANTES DE SAÚDE NA ADOLESCENCIA

 

PPGs com conceito 3 (três)

FADIC

DIREITO

UFPE

EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA

UFPE

ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL

UFPE

ARTES VISUAIS (UFPB J.P. – UFPE)

UFPE

CIÊNCIAS GEODÉSICAS E TECNOLOGIAS DA GEOINFORMAÇÃO

UFPE

DIREITOS HUMANOS

UFPE

EDUCAÇÃO FÍSICA

UFPE

ENGENHARIA BIOMÉDICA

UFPE

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO – CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE

UFPE

ENGENHARIA MECÂNICA

UFPE

FILOSOFIA

UFPE

FISIOTERAPIA

UFPE

GERONTOLOGIA

UFPE

HOTELARIA E TURISMO

UFPE

MORFOTECNOLOGIA

UFPE

MÚSICA

UFPE

SAÚDE COLETIVA

UFPE

SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

UFPE

NUTRIÇÃO, ATIVIDADE FÍSICA E PLASTICIDADE FENOTÍPICA

UFRPE

ADMINISTRAÇÃO E DESENVOLVIMENTO RURAL

UFRPE

CIÊNCIA ANIMAL TROPICAL

UFRPE

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

UFRPE

CONTROLADORIA

UFRPE

EDUCAÇÃO, CULTURAS E IDENTIDADES

UFRPE

FÍSICA APLICADA

UFRPE

INFORMÁTICA APLICADA

UFRPE

BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO

UNICAP

ENGENHARIA CIVIL

UNICAP

TEOLOGIA

UNIVASF

AGRONOMIA – PRODUÇÃO VEGETAL

UNIVASF

EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVASF

ENGENHARIA AGRÍCOLA

UNIVASF

PSICOLOGIA

UNIVASF

RECURSOS NATURAIS DO SEMIÁRIDO

UPE

CIÊNCIA E TECNOLOGIA AMBIENTAL PARA O SEMIÁRIDO

UPE

CIENCIAS DA SAUDE

UPE

ENGENHARIA CIVIL

UPE

Engenharia de Sistemas

UPE

PERÍCIAS FORENSES

 

MESTRADO PROFISSIONAL com conceito 5 (cinco)

UFPE

GESTÃO E ECONOMIA DA SAÚDE

 

MESTRADO PROFISSIONAL com conceito 4 (quatro)

CESAR

ENGENHARIA DE SOFTWARE

IAM

SAÚDE PÚBLICA

IMIP

Avaliação em Saúde

ITEP

TECNOLOGIA AMBIENTAL

UFPE

CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO

UFPE

ECONOMIA

UFPE

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UPE

EDUCAÇÃO

 

MESTRADO PROFISSIONAL com conceito 3 (três)

CESAR

DESIGN

FBV

GESTÃO EMPRESARIAL

FG

INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

FJN

Ciências Sociais para o Ensino Médio

FPS

Educação para o Ensino na Área de Saúde

FPS

PSICOLOGIA DA SAÚDE

IFPE

Gestão Ambiental

IMIP

CUIDADOS PALIATIVOS

UFPE

ERGONOMIA

UFPE

GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE

UFPE

POLÍTICAS PÚBLICAS

UFRPE

TECNOLOGIA E GESTÃO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

UNICAP

HISTÓRIA

UNICAP

INDÚSTRIAS CRIATIVAS

UNIVASF

EXTENSÃO RURAL

UNIVASF

DINÂMICAS DE DESENVOLVIMENTO DO SEMIÁRIDO

UPE

PRÁTICAS E INOVAÇÃO EM SAÚDE MENTAL

UPE

Ciência e Tecnologia Ambiental para o Semi-árido

UPE

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FORMAÇÃO DE PROFESSORES E PRÁTICAS INTERDISCIPLINARES

UPE

GESTÃO DO DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL

 

Mas além das boas novas, há aquelas que receberam notas 2, abaixo do mínimo estabelecido, e podem ter seus programas descredenciados. A FACEPE enseja sucesso em seus recursos:

MESTRADO ACADÊMICO/DOUTORADO – PPGs que foram descredenciados (sujeito a recurso)

UFPE

Ciências da Saúde

UFPE

Engenharia Mineral

UFPE

Patologia

UFPE

Saúde Humana e Meio Ambiente

UFRPE

Ciência Animal e Pastagens

UFRPE

Consumo, Cotidiano d Desenvolvimento Social

UFRPE

Extensão Rural e Desenvolvimento Local

 

MESTRADO PROFISSIONAL – PPGs que foram descredenciados (sujeito a recurso)

IMIP

Cuidados Intensivos

UFPE

Administração

UPE

Tecnologia da Energia

Fonte: http://avaliacaoquadrienal.capes.gov.br/home/sai-o-resultado-da-1a-etapa-da-avaliacao-quadrienal-2017

FACEPE, CNRS e INRIA lançam edital de cooperação científica

INRIA CNRSA Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) lança  edital de cooperação científica com o Institut National de Recherche em Informatique et Automatique (INRIA) e o Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), institutos de pesquisa franceses especializados na área de Tecnologia da Informação e da Comunicação. Além da FACEPE, outras dezesseis fundações de amparo à pesquisa (FAPs) do Brasil integram a chamada.

O edital visa apoiar o desenvolvimento de projetos conjuntos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, por meio do financiamento de atividades de cooperação entre pesquisadores vinculados a instituições sediadas em Pernambuco e dos demais estados que aderiram à chamada com pesquisadores do INRIA e do INS2I-CNRS.

As propostas aprovadas serão financiadas pela FACEPE com recursos no valor global de R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais) oriundos de recursos do Tesouro Estadual. Podem submeter projetos pesquisadores com vínculo empregatício com instituições de ensino superior (IES), centros e institutos de pesquisa e desenvolvimento públicos e privados com sede em Pernambuco.

As propostas deverão ser submetidas à FACEPE até 31 de outubro de 2017 através do preenchimento e envio do formulário de Solicitação de Auxílio a Projeto de Pesquisa (modalidade APQ da FACEPE), disponível no Sistema AgilFAP (http://agil.facepe.br). Para chegar ao formulário no Sistema AgilFAP, o solicitante deverá cadastrar-se e em seguida se logar no sistema, quando então poderá selecionar no menu “Bolsas e Auxílios” a modalidade “APQ – Projeto de Pesquisa”, e na “natureza da solicitação” a opção “Edital 21/2017 – Cooperação Internacional FAPs-INRIA-CNRS”.

Outras informações podem ser obtidas no edital.

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) e a Agence Nationale de la Recherche (ANR, França) tornam público o Resultado Final do Edital 14/2016 – Cooperação Internacional com a França (ANR 2017)

Foi objetivo desse edital apoiar a cooperação científica internacional entre pesquisadores vinculados a instituições de pesquisa no Estado de Pernambuco e na República Francesa nas áreas temáticas específicas acordadas entre a FACEPE e a ANR para a edição 2017 de seu programa conjunto de cooperação internacional. Uma vez que não houve aprovação simultânea dos projetos detalhados submetidos à ANR e à FACEPE, por decisão do Comitê Misto de Avaliação, nenhuma proposta foi recomendada ao financiamento.

Acesse o Resultado.

PPSUS 2017 – Saiu a relação das propostas enquadradas

Informamos que a demanda bruta à Chamada Pública FACEPE 10/2017 – PPSUS 2017 foi de 173 propostas. A Etapa I: Análise pela Área Técnica da FACEPE (Enquadramento) foi realizada pela área técnica da FACEPE, consistindo de enquadramento e a pré-análise das propostas apresentadas quanto à adequação à Chamada Pública, caracterizando a demanda qualificada.

Nesta etapa de enquadramento das propostas foi analisada a documentação impressa complementar enviada pelo coordenador do projeto e verificou-se o completo preenchimento do formulário de solicitação do projeto (AgilFAP). Segundo esta análise foram enquadradas 131 propostas dentro dos critérios acima mencionados e 42 delas foram desenquadradas por não atenderem aos mesmos.

Os proponentes que tiveram suas propostas desenquadradas receberão mensagem via e-mail
com o motivo do desenquadramento, ao qual caberá recurso administrativo, pelo prazo de 10
dias corridos, após o envio das mensagens.

Segue a lista das propostas que passarão à Etapa II – Análise por consultores ad hoc.