Carta de João Pessoa – Manifesto pela Ciência e Educação Brasileira

logo-20170731102316Na última Assembleia Geral do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (FOPROP), realizada no dia 23 de novembro em João Pessoa, foi aprovado um Manifesto à Sociedade Brasileira em Defesa da Ciência, da Educação, da Universidade Brasileira e das Instituições de Ensino e Pesquisa.

 

CARTA DE JOÃO PESSOA – MANIFESTO FOPROP.

A SECTI e a FACEPE divulgam o resultado da 2ª edição do Prêmio Miguel Arraes de Inovação Inclusiva

Miguel ArraesA Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação – SECTI e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco – FACEPE divulgam o resultado o edital 15/2017 – Prêmio Miguel Arraes de Inovação Inclusiva, em sua 2ª edição. Este ano não houve premiados por nenhuma proposta submetida ter atendido aos critérios de julgamento do edital.

Acesso o Resultado.

FACEPE divulga o resultado do julgamento das propostas da Chamada Pública FACEPE 10/2017 – PPSUS 2017

PPSUS 2017

 

A FACEPE divulga o resultado da Chamada Pública 10/2017 – PPSUS 2017 onde foram aprovadas 29 propostas, sendo 12 da Faixa A, 13 da Faixa B e 4 da Faixa C, no valor total de R$ 1.770.189,58 (um milhão, setecentos e setenta mil, cento e oitenta e nove reais e cinquenta e oito centavos).

No Resultado da Chamada Pública estão apresentadas as propostas aprovadas para financiamento imediato e a lista de espera que será convocada em caso de vacância (desistência ou suplementação de recursos financeiros).

O julgamento ocorreu no período de 20 a 23 de novembro de 2017 na sede da FACEPE, e realizado pela Comissão de Especialistas formado por pesquisadores e membros das áreas técnicas da SES-PE. Também acompanharam o julgamento os membros do Comitê  Gestor do Programa Pesquisa para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde – PPSUS, composto por representantes do CNPq, Decit/MS, SES-PE e FACEPE.

Foram avaliadas 147 propostas que solicitaram um montante total de quase sete vezes o valor disponível para esta chamada. Esta foi considerada uma das avaliações mais criteriosa e árdua já realizada pelo Comitê Gestor do PPSUS aqui em Pernambuco, dada a elevada qualidade das propostas em termos de relevância, inovação e aplicabilidade dos resultados a curto e médio prazo para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Acesse o Resultado

Cetene participa de projeto que receberá recursos da União Europeia

FFGO Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE) é a primeira instituição brasileira a receber recursos de país da União Européia (UE). Até pouco tempo, a participação de instituições brasileiras nos projetos da União Europeia (UE) ocorria na categoria “colaborador”, o que não possibilita o  recebimento de recursos oriundos da UE.

Mas o CETENE, participante no projeto PHAME-NANO (Accurate and sensitive PHotoacoustic and fluorescence Microscopy Enabled by highly-stable NANOmaterials), coordenado pela empresa austríaca de base nanotecnológica Phornano Holding GmbH e conta também com a participação do Research Center for Non-Destructice Testing GmbH (RECENDT), sediado em Linz (Áustria), receberá recursos da Forschungsförderungsgesellschaft (FFG) – agência de suporte à pesquisa da Áustria - para o desenvolvimento do projeto.

Esse é um projeto-piloto, que funciona como ponto de partida para a utilização de nanomateriais no desenvolvimento de plataforma de imagem multimodal para diagnóstico clínico e outras aplicações não-invasivas.

Novembro Azul na FACEPE celebrado com palestra do Dr. Luiz Henrique Araújo do Hospital de Câncer de Pernambuco

Próstata 1 2017-11-27O Novembro Azul da FACEPE foi celebrado com a palestra do Dr. Luiz Henrique de Araújo, do Departamento de Urologia Oncológica do Hospital de Câncer de Pernambuco, hoje às 14h no Salão Nobre da instituição.

Essa palestra faz parte da Ciranda de Palestras que a FACEPE promove para os seus colaboradores mensalmente. Os temas de Outubro e Novembro foram os já tradicionais Outubro Rosa (câncer de mama) e Novembro Azul (câncer de próstata), para os demais meses outras temáticas serão trazidas (não necessariamente da área de saúde), mas sempre de interesse para o público e para a instituição.

Dr. Luiz Henrique Araújo, Hospital de Câncer de Pernambuco

Dr. Luiz Henrique Araújo, Hospital de Câncer de Pernambuco

Entrega do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero – Ano X

Convite Naíde 2017-01 (1)Acontecerá no próximo dia 1º de dezembro, no Teatro Santa Isabel, a entrega do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero – Ano X.
O evento será presidido pelo Governador Paulo Câmara e a Secretária da Mulher, Silvia Cordeiro e contará com a presença de representantes das instituições parceiras: SEE, SECTI, SEPLAG, CEPE, FUNDARPE, FUNDAJ, IFPE e FACEPE. Também estarão presentes os indicados ao prêmio nas diversas categorias; os avaliadores que fizeram parte das comissões de avaliação, além de colaboradores que participaram deste prêmio ao longo desses dez anos.

ando homologação da Capes'>Resultado do PNPD 2ª rodada – aguardando homologação da Capes

PNPD 2ª RodadaA segunda rodada do Edital 18/2016 – Apoio a Projetos Institucionais de Absorção de Jovens Doutores na Pós-Graduação (PNPD) completou a etapa IV prevista no edital (item 4.4).

Toda a documentação necessária já foi encaminhada para o setor competente da Capes para análise e homologação. Somente após a homologação a FACEPE poderá divulgar a relação dos projetos aprovados contemplados com a quota de bolsa PNPD com vigência de até 60 meses acrescido de auxílio de custeio no valor de R$ 12 mil anuais.

Um novo “Horizon” para a cooperação União Européia/Brasil

horizonNo final de outubro de 2017, a Comissão Européia anunciou o novo Programa de Trabalho Horizonte 2020 para o período 2018-2020. Um orçamento de 30 bilhões de euros será gasto para alcançar um grande impacto do financiamento da pesquisa, concentrando-se em temas como migração, segurança, clima, energia limpa e economia digital.

O novo Programa de Trabalho também fortalece a cooperação internacional em pesquisa e inovação (#opentoteworld). Ele investirá mais de 1 bilhão de euros em 30 iniciativas emblemáticas em áreas de benefício mútuo. Exemplos incluem trabalhar com o Brasil e a África do Sul em pesquisa marítima.

FACEPE lança o edital de bolsas de pós-graduação para o 1º semestre de 2018

PBPG NEW2A FACEPE lança o edital 25/2017 do Programa de Bolsas de Pós-Graduação (PBPG) que distribuirá 300 (trezentas) bolsas de mestrado e 160 (cento e sessenta) de doutorado para estudantes ingressantes exclusivamente no 1º semestre de 2018.

O Programa de Concessão de Bolsas de Pós-Graduação da FACEPE objetiva ampliar a oferta de bolsas de pós-graduação stricto sensu (mestrado acadêmico e doutorado) para o atendimento à formação de recursos humanos qualificados, com ênfase em áreas de interesse estratégico para o desenvolvimento do estado, bem como na consolidação de cursos novos e na interiorização das atividades de pesquisa.

Para esta edição não haverá oferta de bolsas da Capes.

O encaminhamento (apenas eletrônico) das propostas deverá ser realizado pelos coordenadores dos PPGs até 10/01/2018.

Acesse aqui o edital e também a oferta de complementação de bolsas por terceiros.

 

Facepe celebra 10 anos de apoio a projetos tecnológicos

Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco reuniu em evento empresas pernambucanas que contaram com apoio para desenvolver produtos e processos inovadores

Abraham Sicsu, presidente da Facepe, fez um balanço dos programas de incentivo do órgão / Foto: Divulgação/Ailton Pedroza
Abraham Sicsu, presidente da Facepe, fez um balanço dos programas de incentivo do órgão
Foto: Divulgação/Ailton Pedroza
Da editoria de Economia

Um sistema de microfones de segurança que podem ajudar a identificar, através do som, que tipo de arma foi utilizado em determinado crime. Aplicativo para criação de aulas digitais personalizadas para crianças da alfabetização. Ou treinamentos à distância em ambiente virtual de técnicos e operários. Estes são alguns projetos que se tornaram empresas de sucesso nos últimos 10 anos, com o apoio da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE), órgão ligado a Secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Para celebrar uma década de incentivo às empresas pernambucanas de base tecnológica, a FACEPE realizou nesta terça-feira (14) a Mostra de Inovação, no Parqtel (Parque Tecnológico de Eletroeletrônicos e Tecnologia Associadas), no Recife.

Este conteúdo foi produzido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Para compartilhar, use o link  http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2017/11/14/facepe-celebra-10-anos-de-apoio-a-projetos-tecnologicos–315879.php

 

facepe

Evento marca a trajetória de fomento da Fundação à inovação nas empresas pernambucanas com exposição de produtos e processos inovadores já desenvolvidos

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (Secti) realizaram, nesta terça-feira (14/11), a Mostra de Inovação. Marcando o período de dez anos de fomento da FACEPE à inovação nas empresas pernambucanas, o evento conta com a exposição de cerca de 35 produtos, protótipos e processos inovadores contemplados pelos editais da Fundação. Desde 2007, quando a Diretoria de Inovação foi criada, 177 projetos foram apoiados, somando um investimento aproximado de R$ 55 milhões (recursos da FACEPE e de parceiros). A Mostra está acontecendo durante todo o dia, no Parqtel, no Curado.

A expectativa, além de realizar uma prestação de contas do investimento público, é permitir aos participantes a divulgação de seus resultados, como avanço na fronteira tecnológica, geração de valor, negócios, emprego e renda com os produtos apoiados pela FACEPE. “Além de gerar interação entre empresas, institutos de pesquisa e Governo, a apresentação de resultados estimula a pesquisa e o desenvolvimento de novas parcerias, tecnologias e inovações”, destaca a secretária de CT&I, Lúcia Melo.

Como política pública, o Governo de Pernambuco estimula a pesquisa e o processo de inovação tecnológica nas empresas, a partir de linhas de financiamento e concessão de subvenção econômica oferecidas pela FACEPE. “A intenção foi criar um espaço favorável ao compartilhamento de ideias e experiências, ampliação de networking, além de possibilitar um feedback entre as equipes de pesquisa e profissionais da área”, ressalta Abraham Sicsu, presidente da FACEPE.

Cases - Alguns dos resultados desses investimentos podem ser vistos no dia-dia da população. A empresa pernambucana Aeroespacial, por exemplo, desenvolveu uma ferramenta de gestão para os parques eólicos em operação no estado. O software desenvolvido foi um dos beneficiados pelo Tecnova, com um aporte de R$ 500 mil para ajudar no desenvolvimento da ferramenta. O software monitora continuamente a eficiência do desempenho de todos os aerogeradores de um Parque Eólico e avisa, em tempo real, as equipes de manutenção e operação quando ocorre qualquer falha no funcionamento, possibilitando uma rápida manutenção e evitando que os equipamentos fiquem parados por muito tempo.

Na área de educação podemos destacar a Escribo, empresa pernambucana que desenvolve inovações para fortalecer o aprendizado. Ela foi beneficiada com recursos de R$860 mil para o desenvolvimento de plataformas educacionais, utilizadas hoje por mais de 100 mil estudantes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil. A parceria rendeu o projeto Frei.re de educação interativa, utilizado pelas escolas da educação infantil (2 a 5 anos). Os educadores e as crianças usam jogos digitais que fortalecem a alfabetização e o desenvolvimento dos objetivos de aprendizagem das áreas de matemática, natureza e sociedade.

Outro projeto que chama atenção está no setor de segurança. Uma empresa local está desenvolvendo um projeto de Microfone Inteligente Conectado (MIC), com o incentivo de R$ 300 mil da FACEPE. A intenção é que o microfone seja capaz de detectar automaticamente uma infinidade de sons, processe o som captado e detecte eventos relevantes, como disparos de arma de fogo, tentativas de arrombamento, quebra de vidro e gritos. E, sem auxílio de um computador, transmita o alarme e o áudio captado para sistemas de monitoramento, além de enviar alertas por SMS ou e-mail. O equipamento já está sendo testado por alguns bancos privados na Região Metropolitana e, em breve, deverá ser comercializado.