Resultado das postulações de complementação de bolsas com recursos de terceiros do Edital 17/2015

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco – Facepe – divulga o resultado para a complementação de bolsas com recursos de terceiros que foram postuladas no edital de Pós Graduação Strictu Sensu (17/2015 – 1º semestre/2016). As duas bolsas aprovadas foram de doutorado, uma da Agência Pernambucana de Águas e Climas – APAC – e outra da Fundação para Inovações Tecnológicas – FITec. Os projetos aprovados devem ter os bolsistas indicados pelo coordenador entre os dias 11 e 23 de março no sistema AgilFAP – indicação de quota de bolsa.

Na proposta da APAC, na área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas com o programa “Desenvolvimento e Meio Ambiente”, o projeto estudará o impacto das mudanças climáticas sobre os processos hidrossedimentológicos nos perímetros irrigados do eixo norte da transposição do Rio São Francisco de Pernambuco da UFPE. Já na FITec, com “Engenharia de Sistemas”, será estudado a redução de ruídos acústicos em ambiente automotivo.

O programa de bolsas de Pós Graduação Strictu Sensu (PBPG) tem o intuito de manter a oferta de bolsas de mestrado acadêmico e doutorado para o atendimento à formação de recursos humanos qualificados, com ênfase em áreas de interesse estratégico para o desenvolvimento do Estado, bem como na consolidação de cursos novos e na interiorização das atividades de pesquisa. Em 2015, a Facepe atingiu um total de 350 novas bolsas de mestrado e 160 de doutorado, acrescendo em R$ 35 milhões o investimento em pós-graduação para o período de 2015 a 2019.

Clique aqui e confira

Facepe lança edital emergencial ao estudo do vírus Zika

10400117_1059214167453099_4977116974556935415_n

Na abertura do Workshop ABCDE do Vírus Zika, realizado hoje (1) e amanhã (2) pela Fiocruz/PE, foi anunciado um aporte adicional, oriundo do orçamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES), ao edital lançado pela FACEPE para estudo sobre o Vírus Zika (ZIKAV). Desta forma, o edital passará a um total estimado de R$ 3 milhões em projetos de pesquisa para auxiliar grupos que já estão desenvolvendo pesquisas relacionadas ao ZIKAV em Pernambuco.
O aumento nos recursos financeiros destinados a este edital fez com que o valor individual permitido fosse também elevado. Agora, serão permitidas propostas de até R$ 200 mil e execução em 18 meses.
 
Como resposta à crescente epidemia dos casos de microcefalia atribuídos preliminarmente à presença do vírus Zika, a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco – Facepe -, vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação – Secti -, lançam edital para Estudos e Pesquisas para Políticas Públicas Estaduais – Apoio Emergencial para Estudo do Vírus Zika. 
 
O edital visa evidenciar melhor as causas de contaminação e transmissão, bem como propor medidas que visem o monitoramento, prevenção e minimização dos efeitos dada a necessidade emergencial de Pernambuco. Está ainda direcionado a grupos  de pesquisa que já estejam desenvolvendo atividades relacionadas ao estudo do vírus Zika dentro das seguintes áreas temáticas: (1) Análise da competência vetorial; (2) Estudos epidemiológicos; (3) Diagnóstico e validação; (4) Plataformas inteligentes para monitoramento e integração das informações.
Na área de Competência Vetorial enquadram-se todas as formas de controle da sua virulência, tais como reprodução, proliferação (incluindo larvicidas), adaptações climáticas e temperatura.
 
Vírus Zika - Pernambuco é o Estado que apresentou o maior número de casos de microcefalia, atribuídos preliminarmente, até que se tenha maior evidência científica, à presença da epidemia do vírus Zika (ZIKAV). Isso representou um crescimento exponencial no número de casos de crianças nascidas com microcefalia, de acordo com os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS). Assim sendo, o governo estadual decretou emergência em Pernambuco devido às infecções resultantes do ZIKAV, transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, com notificação, até 13 de fevereiro de 2016, de 1.546 casos de bebês com microcefalia em Pernambuco, de acordo com a Secretaria de Saúde do estado. Destes, 184 já tiveram o diagnóstico de malformação confirmado através de exames de imagens, 159 foram descartados e 34 foram relacionados ao ZIKAV. Portanto, a SECTI vem atuando com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) para a consolidação de políticas públicas destinadas ao combate do inseto vetor Aedes aegypti e das arboviroses associadas.

Facepe divulga resultado parcial do edital de Cooperação Internacional

ANR

Em parceria com a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco – Facepe -, foram selecionadas 11 pré-propostas pela Agence Nationale de la Recherche – ANR – para o edital de Cooperação Internacional com a França. Agora, devem ser submetidas as propostas detalhadas pelos seus coordenadores nas respectivas agências (ANR, Facepe, FAPESP) até a data limite 13 de abril de 2016.

O edital teve o objetivo de selecionar propostas públicas para execução de projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação em cooperação entre pesquisadores vinculados a instituições científicas e tecnológicas situadas em Pernambuco e pesquisadores vinculados a instituições de pesquisa francesas, nas seguintes áreas temáticas: Ciências Humanas e Sociais; Tecnologia da Informação – TI; Pesquisas Marinhas.

Clique aqui e confira resultado parcial

The Bill & Melinda Gates Foundation

The Bill & Melinda Gates Foundation e seus parceiros de Grand Challenges convidam para oportundiades de bolsas de inovação:

1) Our Grand Challenges Explorations  fosters early-stage discovery research to expand the pipeline of ideas for solving our greatest global health and development challenges. Launched in 2008 with an initial $100 million commitment from the foundation, Grand Challenges Explorations grants have already been awarded to more than 1100 researchers from more than 60 countries.

We are accepting applications on the following six topics until May 11, 2016:

2) Grand Challenges China: New Interventions for Global Health.  This challenge focuses on calls for innovative concepts for safe, effective, affordable and widely utilized interventions, such as vaccines and therapeutics, with the potential to protect against the acquisition, progression or transmission of infectious diseases that disproportionately affect the world’s poorest.  This call is in partnership with the National Natural Science Foundation of China.

Application deadline is March 15, 2016, 8:00 am Beijing time (March 14, 2016, 5pm Seattle time). For a detailed description of this challenge, please visit the Grand Challenges site.

3) Grand Challenges for Development: Saving Lives at Birth.  USAID, the Government of Norway, the Bill & Melinda Gates Foundation, Grand Challenges Canada, the U.K.’s Department for International Development (DFID), and the Korea International Cooperation Agency (KOICA) have joined together to launch Saving Lives at Birth.  The goal of this program is to find the tools and approaches to help mothers and newborns during their most vulnerable hours.

Application deadline is February 29, 2016.

In addition, please see our blog on the first generation of Grand Challenges grants.  We hope you enjoy the stories.

Facepe divulga resultado do CONFAP – The Uk Academies

confap

O resultado da chamada 2015 do CONFAP em parceria com as Academias Britânicas teve o projeto da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco – Facepe – aprovado. A pesquisadora Caroline Maria de Miranda Mota, da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE – apresenta o tema “Gestão em Saúde Humana brasileira e Avaliação de Riscos” que tem o intuito de fornecer o suporte para a elaboração de políticas públicas na área de saúde e social de forma a avaliar os principais fatores de riscos associados à saúde brasileira.  O programa de trabalho proposto no projeto envolve a visita do Prof. Dr. Xin Shi, daMetropolitan University, Manchester, Inglaterra o Brasil em três diferentes momentos em 2016, tendo cada visita o período de mês.

Seminário debate rumos da TV Pernambuco e da comunicação pública no estado

Créditos: Secti

Créditos: Secti

Os desafios e as perspectivas para uma comunicação pública de qualidade no estado estão em debate no “Seminário Internacional de Comunicação: perspectivas para a Empresa Pernambuco de Comunicação”, iniciado hoje (18), no auditório da Universidade Católica de Pernambuco. Promovido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com a UNICAP, o encontro reúne professores, jornalistas, estudantes e especialistas, além de entidades da área de comunicação e representantes da sociedade civil.

Na abertura do seminário – que contou com a presença do professor Abraham Sicsu, presidente da Facepe, representando a secretária Lúcia Melo; do Secretário de Imprensa do Governo do Estado, Ennio Benning; e da Pró-Reitora Acadêmica, Aline Grego, que representou o reitor da UNICAP, Padre Pedro Rubens – foi apresentado o Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação, que vem sendo desenvolvido pela Secti, incluindo o contexto da comunicação pública e da TV Pernambuco.

O seminário, que conta com a participação de mais de duzentas pessoas e prossegue até amanhã (19), despertou a atenção de outros estados nordestinos, que vieram a Pernambuco acompanhar a discussão sobre comunicação pública, debate de interesse comum. Estão acompanhando as discussões o diretor da TV pública do Ceará, Tibico Brasil, e o diretor da TV Educativa da Bahia, Flávio Gonçalves, além de outros convidados e representantes de ministérios e entidades ligadas ao tema da comunicação pública.

Desafios e oportunidades – Entre os desafios apontados para discussão da situação da TV Pernambuco no seminário, Jurema Regueira, coordenadora do evento, em nome da Secretária Lúcia Melo, enfatizou alguns aspectos como a carência de conhecimento da sociedade, as diferenças territoriais, necessidade de conteúdo que atenda à demandas da sociedade, o processo de digitalização, multiplicidade de plataformas em ambientes de convergência e um modelo de governança que contemple financiamento e sustentabilidade.

Ao mesmo tempo destacou as oportunidades que a TV Pernambuco possui como o rico acervo cultural do estado, presença forte em Pernambuco do setor de Tecnologia da Informação, da indústria criativa e das universidades, além do desenvolvimento do próprio sistema digital.

O primeiro debate do seminário – Perspectivas para a Radiodifusão Pública no Brasil ? contou com palestras de Juliana Sawaia, da Kantar IBOPE Media, e do Secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Pola Ribeiro. Com coordenação de Indira Amaral, da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (ACERP), a mesa debateu os principais desafios da TV pública nos dias atuais.

No período da tarde, os participantes debateram sobre tecnologia e inovação na TV pública, os caminhos possíveis para buscar a sustentabilidade financeira e a responsabilidade do poder público. O tema foi abordado pela professora Regina Lúcia Alves de Lima, da Universidade Federal do Pará (UFPA)/Ministério da Cultura, com moderação do consultor de Tendências, Tecnologias e Inovação do Porto Digital, Jacques Barcia.

Participaram ainda do Seminário Internacional de Comunicação, neste primeiro dia, o professor Danilo Rothberg, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), e Israel do Vale, presidente da Rede Minas e da Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais (ABEPEC). Eles falaram sobre o perfil da TV Pública em termos de conteúdo e os modelos a serem seguidos. A mesa foi coordenada pelo jornalista Ivan Moraes Filho, Centro de Cultura Luis Freire (CCLF). À noite, como última atividade do primeiro dia do seminário, palestra do professor Martín Becerra, da Universidad Nacional de Quilmes, na Argentina, sobre perspectivas e desafios para radiodifusão pública na América Latina.

fonte: Secti

Facepe divulga resultado de Concessão de Bolsas de Pós-Graduação Strictu Sensu

bolsastrictu

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) divulga o resultado Concessão de Bolsas de Pós-Graduação Strictu Sensu (PBPG) 1º semestre 2016. São 300 bolsas de mestrado e 160 de doutorado com 10% das bolsas das modalidades destinadas para os cursos novos, ou seja, mestrados que iniciaram as atividades a partir de 2014 e doutorados em 2012. As bolsas serão implantadas a partir de março e possuem investimento aproximado de R$ 8,5 milhões.

Clique aqui e confira o resultado.

Aprovadas 41 propostas para o PROEP

proep
O Comitê Gestor, composto por representantes da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE) e por representantes do CPqAM/FIOCRUZ, após análise dos recursos, aprovou 41 propostas pós recurso para o edital de apoio do Programa de Excelência em Pesquisa – Proep – para os servidores vinculados aos grupos de pesquisa. O valor total será mais de R$ 3 milhões. 
 
A chamada teve o intuito de apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação com duração de até 36 meses na área de saúde e que sejam apresentadas por servidores doutores que tenham vínculo empregatício com o CPqAM.
Clique aqui e confira o resultado.

Facepe divulga enquadramento do PAPPE Integração 5ª Rodada

pappe integracao
A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) divulga o resultado do enquadramento das propostas da 5ª rodada do Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte na Modalidade Subvenção Econômica – Pappe Integração -. Ao total, 32 propostas nesta chamada pública que selecionam processos ou produtos inovadores em Pernambuco. 
As que não foram enquadradas receberão correspondência eletrônica e os recursos administrativos ao resultado poderão ser interpostos no prazo de dez dias contados do envio desta correspondência, por meio do formulário eletrônico específico disponível no perfil do coordenador no sistema AgilFAP (http://agil.facepe.br/).
Clique aqui e confira o resultado.

Novo edital para programa de Desenvolvimento Científico Regional (DCR)

Sem título-Recovered

Adequando-se ao regramento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, as submissões do edital para o programa de Desenvolvimento Científico Regional (DCR) deixam de ser avaliadas em fluxo contínuo e passam a ser em três rodadas anuais. As solicitações podem ser realizadas em qualquer tempo.

Em acordo firmado com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI – representado pelo CNPq e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco – Secti -, por intermédio da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado – Facepe -o estado de Pernambuco dispõe de 50 quotas de bolsas DCR. Cada candidato receberá, além da bolsa do CNPq, um Auxílio ao Projeto de Pesquisa – APQ – no valor de até R$ 33 mil e uma bolsa complementar paga pela FACEPE no valor de R$ 900. Ainda é possível pleitear uma terceira bolsa de complementação paga por uma instituição parceira caso o projeto de pesquisa tenha aderência a um dos temas de interesse.

A avaliação é feita em três etapas: enquadramento, avaliação da FACEPE e avaliação CNPq. Caso tenha postulado complementação de terceiros, outra etapa é acrescentada para a terceira bolsa – somente as aprovadas nas fases anteriores serão encaminhadas.

As solicitações deverão ser feitas exclusivamente através do sistema AgilFAP (http://agil.facepe.br) na modalidade de Auxílio a Projeto de Pesquisa – APQ – através da apresentação de projeto de pesquisa.

Para acessar o edital, Clique aqui
Já para conferir as instituições adicionais, clique aqui