Foi indicado o novo diretor-presidente da FACEPE: o engenheiro civil José Fernando Thomé Jucá


Ontem, dia 11 de julho, o governador Paulo Câmara recebeu, no Palácio do Campo das Princesas, o futuro presidente da Fundação de Amparo a Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE), José Fernando Jucá, e o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa.

Atualmente professor do Departamento de Engenharias Civil e Ambiental da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Jucá trabalha na área de infraestrutura urbana, resíduos, energia e bioenergia. Também foi presidente do Instituto Tecnológico do Estado de Pernambuco (ITEP) entre 1995 e 1998; e de 2005 a 2010 foi Diretor do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia.
GER_2068-1

José Fernando Thomé Jucá

FotoEngenheiro Civil pela Universidade Federal de Pernambuco, Mestre em Engenharia Civil/Geotecnia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Doutor pela Universidad Politécnica de Madrid e Pós Doutor pela Universidade de São Paulo (2011). Professor titular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Pesquisador do CNPq, com bolsa de produtividade 1B desde 2005. Em 1994 criou o Grupo de Pesquisa em Geotecnia Ambiental (GRS/UFPE), onde coordena vários projetos de pesquisa financiados por agências de fomento, dentre eles Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (PRONEX), P&D CHESF/ANEEL, BNDES e FINEP, nas áreas de Geotecnia Ambiental, Bioenergia e Tecnologias para Tratamento de Resíduos Sólidos. Atualmente coordena a Rede de Pesquisa Biogás para estudos do Aproveitamento Energético do Biogás em Aterros de Resíduos Sólidos, financiada pela FINEP; desenvolve o projeto Geotecnia Ambiental Aplicada a Aterros de Resíduos Sólidos financiado pelo CNPq e participa do projeto Cidades Sustentáveis por Meio do Planejamento e Tecnologias Inovadoras, executado pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE-DF). Nos últimos 10 anos publicou 32 artigos em periódicos especializados e 120 trabalhos completos em congressos nacionais e internacionais. Possui 5 livros publicados, 6 livros organizados e 10 capítulos de livros publicados. A partir da criação do Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Pernambuco, em 1995, orientou 46 dissertações de mestrado, e a partir da implantação do doutorado (em 2000) orientou 21 teses. É membro da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS), da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), das sociedades internacionais: International Society of Soil Mechanics and Geotechnical Engineering (ISSMGE) e International Solid Waste Association (ISWA). Pertence ao Comitê Editorial do Journal of Geological Resource and Engineering (USA), da Revista Portuguesa Geotecnia e da Revista Resíduos da Espanha, além de ser consultor de vários periódicos. No período de 1995 a 1998 foi Presidente do Instituto Tecnológico do Estado de Pernambuco (ITEP) e de 2005 a 2010 foi Diretor do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Em 2009 recebeu o Título de Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico da Academia Brasileira de Ciências por suas contribuições científicas e técnicas para o desenvolvimento científico do Brasil. Em 2011 foi membro do Comitê do XXV Prêmio Jovem Cientista (CNPq/Fundação Roberto Marinho) cujo tema foi ?Cidades Sustentáveis?. Entre 2012 e 2014 coordenou o projeto ?Alternativas tecnológicas para o tratamento dos resíduos sólidos urbanos no Brasil, com base na experiência da Europa, Estados Unidos e Japão?, financiado pelo BNDES. Em 2015 é o ganhador do Prêmio Fundação Bunge em Saneamento Básico (Resíduos Sólidos Urbanos) e em 2018 é o ganhador do Prêmio Terzaghi da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS). Em 2019 foi escolhido para ministrar a 15o Palestra Milton Vargas da ABMS.

F37_2372-dia-14-05-Jucá-palestra-ABMS-por-Fernando-Alvim

Seja muito bem vindo, prof. Fernando Jucá.

A lista dos premiados e dos que receberam Menção Honrosa na 23ª Jornada de Iniciação Científica da FACEPE já está disponível

LOGO

Após exaustiva semana de apresentações, encerrou-se na sexta-feira dia 05, a 23ª Jornada de Iniciação Científica da FACEPE.

Como em todos os anos, laureando o evento, os 12 (doze) melhores trabalhos, dois de cada grande área do conhecimento (Ciências Agrárias; Ciências Biológicas; Ciências da Saúde; Ciências Exatas; Ciências Humanas, Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes; e Engenharias), receberão o Prêmio Ricardo Ferreira ao Talento Jovem Cientista.

O Prêmio consiste em um auxílio financeiro individual para a participação dos bolsistas vencedores, como ouvinte ou com apresentação de trabalho, em congresso científico nacional na área do trabalho premiado. O auxílio financeiro será concedido na modalidade ACP (Auxílio à Participação em Congresso ou Reunião no País) em caráter excepcional para os bolsistas vencedores. O auxílio será usado para custear despesas com:

  • 01 (uma) passagem aérea nacional (ida e volta) na classe econômica;
  • quantidade de diárias de acordo com a duração do congresso;
  • taxa de inscrição para o referido congresso.

Além dos premiados, esse ano foram reconhecidos e homenageados com Menção Honrosa mais três de cada uma das grandes áreas do conhecimento.

Acesse os nomes dos agraciados desse ano.

Acesse às fotos da cerimônia de encerramento.

 

Editais Centelha e Pitec são lançados no encerramento da 23ª Jornada FACEPE PIBIC

Durante o encerramento da 23ª Jornada de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe), que aconteceu no auditório do Centro de Tecnologia e Geociências (CTG) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na tarde desta sexta-feira (05.07), o Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, lançou oficialmente os programas Centelha e PITEC, de incentivo à capacitação de mão de obra e ao empreendedorismo na área de Ciência, Tecnologia e Inovação em Pernambuco.

O Programa Centelha é voltado para criar de empreendimentos inovadores e impulsionar a cultura empreendedora no Brasil. O programa vai oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. A iniciativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, através da Finep, em parceria com CNPq e o Confap, e operada pela Fundação CERTI.

O Programa de Apoio a Parcerias para Inovação Tecnológica e Formação Qualificada (PITEC) é destinado a projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação e programas de formação de recursos humanos altamente qualificados, realizados em parceria entre empresas e instituições científicas e tecnológicas ou de ensino superior, situadas em Pernambuco.

O Centelha vai selecionar 28 projetos de R$ 60 mil cada. O PITEC tem orçamento de R$ 2 milhões, sendo R$ 1 milhão de recursos do Estado e R$ 1 milhão de contrapartida da iniciativa privada em projetos que têm de ser executados em parceria com uma instituição de ensino superior ou um instituto de Ciência e Tecnologia.

Para Aluísio Lessa, tanto o Centelha quanto o PITEC são ações de enorme impacto e que vão consolidar a grandeza do Ecossistema de Inovação de Pernambuco. “Os programas formam um elo sólido entre o poder público, o setor privado e as universidades. Serão investidos quase 4 milhões em capacitação profissional e empreendedorismo. Se Pernambuco já é referência em CT&I, tende a se consolidar como o Vale do Silício brasileiro com estas ações”, declarou.

Fonte: http://www.secti.pe.gov.br/aluisio-lessa-lanca-os-programas-centelha-e-pitec/

2a21e92e-fbf0-42d7-88f3-759e22cc9c7d

5fd24dbf-b52e-4a83-ac34-62b561be6761

15f8e9a1-6884-4cdf-894a-9ab9218bf49f

838c4405-d295-4fbf-8501-aaef8c853c7e

f2993a3d-dc51-466c-ba56-2a2cf5590201

23ª Jornada de Iniciação Científica marca os 30 anos da FACEPE

Mesa de abertura da 23ª Jornada FACEPE PIBIC

Tendo os 30 anos da FACEPE como destaque, a 23ª Jornada de Iniciação Científica teve início, na manhã desta terça-feira (02.07), no auditório do Centro de Tecnologia e Geociências (CTG) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O evento contou com a presença de figuras da comunidade científica, estudantes, o reitor da UFPE, Anízio Brasileiro, e o Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa.

O evento começou com o discurso de Lessa sobre a importância da Facepe, que é responsável por fomentar a pesquisa científica em Pernambuco. Depois, o diretor científico Paulo Cunha narrou a história da instituição e sua atividade nos dias de hoje. Na sequência, teve a palestra do presidente da FAPEMIG e do Confap, Evaldo Vilela.

“Celebrar os 30 anos da Facepe falando de ciência com especialistas de todo o país é uma demonstração de força das fundações estaduais de amparo à pesquisa. Agora, temos de nos mobilizar para que a política nacional de Ciência Tecnologia e Inovação mantenha os investimentos nestas atividades e preserve a força do conhecimento científico”, afirmou Aluísio Lessa, exaltando a importância da Jornada de Iniciação Científica.

Fonte: http://www.secti.pe.gov.br/jornada-de-iniciacao-cientifica-marca-30-anos-da-facepe/

Acesse às fotos da cerimônia de abertura.

FACEPE divulga o Resultado Final do Edital 26/2018 UK Academies

UK

Foi aprovada 1 (uma) proposta para o Edital FACEPE 26/2018 CONFAP – CNPq – The UK Academies 2018. O valor total financiado pela FACEPE é de R$ 11.350,00 (onze mil e trezentos e cinquenta reais).

Esta chamada tem o objetivo de fomentar a vinda de pesquisadores britânicos para trabalhar em conjunto com pesquisadores brasileiros no Brasil.

Acesse aqui o resultado final da chamada.

FACEPE prorroga o prazo de execução de alguns dos projetos vinculados ao Edital 04/2018 – Apoio à Divulgação Científica

divulgação científica

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) comunica que os projetos aprovados no Edital 04/2018 – Apoio à Divulgação Científica cujo prazo final de execução era 31/07/2019 foram prorrogados para 31/01/2020, passando a ter vigência de 18 meses.

Favor desconsiderar o e-mail automático do AgilFAP solicitando prestação de contas desses projetos.

Jornada de Iniciação Científica comemora 30 anos de criação da FACEPE

cartaz

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia realiza entre os dias 02 até 05 de julho a 23ª Jornada de Iniciação Científica com o tema “Fcepe: 30 anos consolidando o futuro de Pernambuco”. O evento comemora o desenvolvimento e consolidação da Ciência, Tecnologia e Inovação do estado, das 08h às 18h, no Centro de Tecnologia e Geociências (CTG) da UFPE.

Nos últimos 30 anos, a FACEPE investiu mais de R$ 700 milhões com recursos estaduais em atividades de pesquisa básica e aplicada, além da formação de recursos humanos de alto nível em todas as áreas do conhecimento. Apenas em relação à Iniciação Científica, foram apoiados 7 mil alunos de graduação, o que representa 28,5% da quantidade de bolsas do período.

Nesta 23ª Jornada, teremos mais de 450 trabalhos de iniciação científica sendo desenvolvidos em 15 instituições de todo o estado, uma demonstração da força do Programa, tanto em relação à quantidade de trabalhos quanto na capilaridade institucional no sistema estadual de CT&I.

A programação e distribuição de salas dos participantes na jornada PIBIC 2019 (Não serão permitidas alterações de dias ou horários das apresentações), confira: https://bit.ly/2WY5lhH

Prêmio Ricardo Ferreira ao Talento Jovem Cientista: Vem no intuito de incentivar os bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da FACEPE que se destacaram durante a Jornada em relação à relevância e à qualidade do trabalho de pesquisa desenvolvido, é concedido pela FACEPE, láurea instituída em 1997 em reconhecimento a um dos mais importantes cientistas de Pernambuco pela sua imensa contribuição à ciência brasileira, falecido em 2013.

A iniciação científica, por ser o início natural da trajetória em CT&I de todo pesquisador, acaba por mobilizar toda a comunidade científica. Assim, este evento é a melhor oportunidade para docentes e discentes interagirem e mostrarem ao público em geral o resultado de trabalhos de grande importância para Pernambuco. O prêmio consiste em auxílio financeiro para custear a participação do bolsista (passagem aérea, inscrição e diárias) em um congresso nacional de cunho científico e cultural na área do conhecimento do trabalho apresentado.

Serão premiados os 2 melhores em cada das seguintes áreas do conhecimento:

  • Ciências Agrárias;
  • Ciências Biológicas;
  • Ciências da Saúde;
  • Ciências Exatas;
  • Ciências Humanas, Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Arte; e
  • Engenharias.

Confira a programação:

Jornada PIBIC 2019 – Programação e Distribuição de Salas

cartaz
A programação e distribuição de salas dos participantes na jornada PIBIC 2019 que acontecerá de 02 a 05 de julho de 2019 no Centro de Tecnologia e Geociências (CTG/UFPE) das 8h30 às 17h. Não serão permitidas alterações de dias ou horários das apresentações.
Confira a ordem das apresentações e horários:
Cada bolsista terá 10 minutos para apresentação e 5 minutos para debate, totalizando 15 minutos. O edital da Jornada PIBIC 2019  tem como tema “FACEPE: 30 anos consolidando o futuro de Pernambuco” e docentes e discentes podem participar assistindo às apresentações. Os estudantes com bolsa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) deverão apresentar trabalhos científicos referentes às pesquisas desenvolvidas.
Serão concedidos 02 (dois) Prêmios para cada uma das áreas de conhecimento listadas abaixo:
  • Ciências Agrárias;
  • Ciências Biológicas;
  • Ciências da Saúde;
  • Ciências Exatas;
  • Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
  • Engenharias