A FACEPE lança o edital para concessão de Bolsas de Incentivo Acadêmico (BIA) a projetos institucionais apresentados por qualquer IES pública de Pernambuco, federal ou estadual

BIA2019

A FACEPE lança o edital para concessão de Bolsas de Incentivo Acadêmico (BIA) a projetos institucionais apresentados por qualquer IES pública de Pernambuco, federal ou estadual.

O objetivo do Programa é incentivar a adaptação à vida acadêmica e a inserção em atividades de ensino, pesquisa e extensão de alunos egressos da rede pública de ensino que obtiveram as melhores classificações nos exames vestibulares das Instituições públicas de Ensino Superior (IES) de Pernambuco, federais ou estaduais, buscando evitar que, por carência de recursos financeiros, estes alunos abandonem os cursos ainda no primeiro ano de estudo.

Será concedido um total de 200 bolsas para 1º e 2º semestres de 2019 (100 para cada), com valor unitário de R$400,00.

O prazo para submissão se encerra em 01/02/2019.

Acesse o Edital.

 

A FACEPE está encaminhando para o banco hoje, 07/12/2018, a mensalidade de novembro das bolsas

$$

A FACEPE está encaminhando hoje, dia 07 de dezembro, a folha de pagamento da mensalidade de novembro de todas as suas bolsas para os bancos.

Alguns afortunados já conseguirão ter acesso ao dinheiro a partir de hoje à noite (conforme seja o procedimento de cada banco – independe da vontade da FACEPE). A certeza é que até o próximo dia útil, segunda-feira dia 10, todos já terão acesso ao dinheiro em suas contas.

Prêmio Jovem Cientista 2018 agracia aluno da UFPE com o 1º lugar na categoria “Ensino Superior”

premio jovem cientista 2018

 

A cerimônia de entrega das premiações para os vencedores ocorreu nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília, e contou com a presença do presidente Michel Temer, de ministros de estado e também do secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, Hugo Barreto.

A iniciativa do prêmio é do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, Fundação Grupo Boticário e Banco do Brasil. O prêmio contou também com o apoio da embaixada da Grã-Bretanha.

Na solenidade, o representante da Fundação Roberto Marinho entregou as premiações de primeiro lugar na categoria Ensino Médio e Mestre e Doutor.

  • Na categoria Ensino Médio, a vencedora foi a estudante Juliana Davoglio Estradioto, com o projeto “Desenvolvimento de um filme plástico biodegradável a partir do resíduo agroindustrial do maracujá”.
  • Na categoria Mestre e Doutor, o primeiro lugar ficou com o estudante João Vitor Campos e Silva, com a pesquisa “O gigante das várzeas: o manejo do pirarucu como modelo de conservação da biodiversidade e transformação social da Amazônia”.
  • Na categoria Ensino Superior, o primeiro colocado foi Célio Henrique Rocha Moura, que apresentou o projeto “Os valores naturais das Unidades de Conservação do Recife: Mata de Dois Irmãos e Mata do Engenho Uchôa”.
  • A categoria Mérito Institucional premiou duas instituições. No ensino médio, a premiada foi a Escola Técnica Polivalente de Americana, em Americana-SP, e no ensino superior, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) conquistou a primeira posição.
  • A categoria Mérito Científico, que reconhece a atuação destacada de cientistas em áreas relativas ao tema, premiou a professora e pesquisadora Vera Lúcia Imperatriz-Fonseca, que é referência na pesquisa com abelhas nativas. O prêmio foi entregue pelo presidente Michel Temer.
O Prêmio Jovem Cientista foi criado em 1981 e busca reconhecer estudantes, pesquisadores e instituições de ensino que se dedicam a enfrentar os desafios do país. Em sua 29ª edição, neste ano de 2018, os premiados desenvolveram soluções sobre o tema “Inovações para a Conservação da Natureza e Transformação Social”.

Célio Henrique Rocha Moura

Célio Henrique Rocha Moura, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) projeto: OS VALORES NATURAIS DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO RECIFE: MATA DE DOIS IRMÃOS E MATA DO ENGENHO UCHÔA.

A globalização e o crescente desenvolvimento urbano das cidades têm contribuído para a degradação ambiental. Em sua pesquisa, o estudante Célio Moura analisou as relações socioespaciais e de gestão das Unidades de Conservação do Recife, a partir da identificação dos seus atributos naturais peculiares, que lhes conferem valores patrimoniais e atestam sua significância.

Fontes: O Globo e CNPq.

Seminário Final de Avaliação de Projetos Apoio ao Programa de Excelência em Pesquisa – PROEP / Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães – CPqAM Convênio FIOCRUZ-FACEPE EDITAL 19/2015

Foi realizado nos dias 03 e 04 de dezembro, no Hotel Barramares em Piedade, o Seminário de Acompanhamento e Avaliação Final dos resultados dos projetos aprovados no âmbito do Edital FACEPE 19/2015 – PROEP/CPqAM-FIOCRUZ. Durante esses dois dias foram avaliados o desenvolvimento, cumprimento e finalização dos objetivos propostos, bem como a utilização dos recursos financeiros aplicados, partes fundamentais e obrigatórias exigidas pelo edital no tocante ao acompanhamento, avaliação e prestação de contas. No total foram aprovados 41 projetos e injetados recursos da ordem de R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) em pesquisas nas áreas de Microbiologia, Entomologia, Virologia, Saúde Coletiva, Imunologia e Parasitologia. Desses, 40 mantém-se em execução e puderam implementar ao todo 29 bolsas nos nível de graduação a doutorado.

Estiveram presentes na abertura do evento os diretores da FACEPE, Paulo Cunha, e do IAM/FIOCRUZ, Sinval Brandão e Osvaldo Pompílio. Participaram da comissão de avaliação os especialistas Silvio Dolabella (UFS/SE), Roseli La Corte (UFS/SE), Luciane Melo (UFS/SE), Bartira Bergmann (UFRJ/RJ), Eduardo Hage (ISAGS-UNASUR/RJ) e Leuridan Torres (IMIP/PE).

20181203_091732 20181203_092047 20181203_105403 20181204_095951 20181205_111249

FACEPE divulga o Resultado Final do Edital 07/2018 Data Science Approaches to Improve Maternal and Child Health in Brazil

Foi aprovada 1 (uma) proposta para o Edital FACEPE 07/2018 - Ciência de dados para melhorar a saúde materno-infantil no Brasil (Data Science Approaches to Improve Maternal and Child Health in Brazil) em conjunto com a Fundação Bill & Melinda Gates, o Ministério da Saúde, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), neste incluído a FACEPE. O valor total financiado pela FACEPE é de R$ 53.230,00 (cinquenta e três mil e duzentos e trinta reais).

Esta chamada tem o objetivo de selecionar propostas inovadoras que utilizem ciência de dados e modelagens para entender os principais fatores que impactam a saúde materna e o desenvolvimento infantil no Brasil. A ideia é que o projeto financiado ajude os gestores a definir melhores políticas públicas e intervenções nessa área.

Acesse aqui o resultado final da FACEPE.

Acesse aqui o resultado final completo para esta chamada.

A FACEPE dispensa a todos da entrega da documentação impressa no momento da submissão

sem papeis

A FACEPE, em função de seu programa de Desburocratização, não está mais recebendo a documentação complementar impressa no momento da submissão de propostas. Isso é válido para todas as solicitações, seja para bolsas, seja para auxílios, seja para as vinculadas a editais ou para os pedidos em fluxo contínuo.

Todas as documentações, para cada uma das modalidades de pedidos, devem ser inseridas no formulário eletrônico no momento da submissão do sistema AgilFAP. Para cada modalidade ou tipo de submissão haverá um conjunto de campos onde deverão ser anexados os respectivos documentos solicitados. Os documentos digitalizados deverão ser em formato digital (PDF ou JPG) com o tamanho máximo de 2Mb.

A partir da presente data, nenhuma documentação relacionada a propostas submetidas (ainda não avaliadas) serão recepcionadas pelo protocolo da FACEPE.

Alertamos a todos para que visitem seus cadastros constantemente para as devidas atualizações (se houver), inclusive para endereços, telefones e e-mails de contato.  Nossas comunicações sobre as propostas submetidas acontecem, sempre, através de envio de mensagens eletrônicas.

Ainda, no formulário de cadastro encontrarão campos para envio de documentação cadastral (RG, Diploma, etc) que poderão ser substituídos se necessário for.

Em caso de dúvidas, favor entrar em contato com o suporte AgilFAP (agil@facepe.br ou 3181-4617 em horário comercial)

FACEPE participa da chamada do CONFAP em conjunto com programa JPI Oceans

JPI Oceans2O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) lança, em conjunto com o Joint Programming Initiative Healthy and Productive Seas and Oceans (JPI Oceans), chamada pública voltada para o desenvolvimento de pesquisas sobre o impacto dos microplásticos nos oceanos.

O edital, que envolve 12 países juntamente com o Brasil, pretende aumentar os estudos sobre microplásticos, de forma a monitorar sua distribuição, abundância e efeitos nos sistemas marinhos, bem como formas de reduzir o despejo de plástico no ambiente marinho.

São parceiros na publicação da chamada, Bélgica, Brasil, Estônia, França, Alemanha, Islândia, Irlanda, Itália, Malta, Noruega, Portugal, Espanha e Suécia. Ao todo, estão sendo destinados 9,2 milhões de euros para o fundo da chamada.

Por meio deste edital, o JPI Oceans busca promover a cooperação europeia e transatlântica quanto ao tema, de forma a contribuir para a Regional Seas Conventions, para a implantação da Declaração de Belém e para as metas do G7, G20 e das Nações Unidas para a redução de poluição de (micro) plástico no oceano.

Tópicos da chamada

Identificação, caracterização e quantificação de grandes fontes de microplásticos, em especial mecanismos e escalas de tempo da fragmentação de macroplásticos;

Nova amostragem e métodos analíticos, com foco em menores (nano) partículas e métodos de medição in situ para todas as matrizes (água, sedimento, biota);

Monitoramento e mapeamento de microplásticos no ambiente marinho, incluindo seus efeitos no mesmo;

Formas de como reduzir o despejo de plástico no ambiente marinho, incluindo novas formas de reciclagem, de forma a aumentar a consciência da população, promover mudanças comportamentais e análises sócio-econômicas.

Para se aplicar à chamada, a pesquisa deve contemplar um dos quatro temas do edital. As propostas precisam envolver parceiros de pesquisa elegíveis de pelo menos três países participantes. Os projetos receberão fomento por até 36 meses, com o fundo máximo de até 2 milhões de euros. A FACEPE irá financiar 1 (um) único projeto no valor de até 40.000,00 (quarenta mil) euros, cerca de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), para o período de até 36 meses. Os itens financiáveis são: passagens e diárias.

O prazo máximo para submeter propostas é 28 de fevereiro de 2019. As propostas para a FACEPE devem ser submetidas, obrigatoriamente, na plataforma de inscrição (na qual estão dispostas todas as informações da chamada) e também na plataforma da FACEPE, através dos seguintes passos:

  • Acessar o AgilFAP com seu login e senha (http://agil.facepe.br/);
  • Escolher, na aba Formulários, o item “Bolsas e Auxílios”;
  • Indicar, na aba Auxílios, a modalidade “APQ – Projeto de Pesquisa”;
  • Selecionar, em Natureza da solicitação, a opção “Editais” e, em Editais vigentes, a opção “Edital 23/2018 – Microplastics – JPI Oceans”.

Propostas submetidas apenas na plataforma de inscrição ou apenas na plataforma da FACEPE não serão aceitas. Os aplicantes em Pernambuco devem submeter em ambas as plataformas.

Os aplicantes devem ter doutorado ou grau equivalente e estarem ligados a uma das instituições de pesquisa localizadas em Pernambuco. Também é necessário ter produção científica ou tecnológica avaliada por currículo e atender às regras estabelecidas pelas FAPs.

Dentro dos projetos colaborativos, uma ou mais FAPs podem estar envolvidas no mesmo consórcio,

Para maiores informações, enviar e-mail para a gestora do programa, Neildes Vieira Paiva, através do e-mail: neildes.paiva@facepe.br

Confira aqui a chamada completa.

CRCN-NE lança chamada de curso para desenvolvimento de habilidades em comunicação científica

CRCNDe 18 a 20 de fevereiro de 2019, o Centro Regional de Ciências Nucleares do Nordeste (CRCN-NE) promoverá o curso “Desenvolvimento de habilidades em comunicação científica”, financiado pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE) através do Edital FACEPE Researcher Connect. Este edital é uma parceria com o Newton Fund Professional Development & Engagement Programme, Conselho Britânico e FACEPE. Vinte e cinco vagas serão disponibilizadas para professores/pesquisadores com até 10 anos de obtenção do título de Doutor, estudantes de doutorado e de pós-doc.

O período de inscrições começou nesta segunda-feira, dia 26 de novembro, e segue até 14 de dezembro. O curso será ministrado em inglês e os candidatos deverão demonstrar padrão nível B1 de proficiência na língua inglesa. A chamada pública do curso está disponível em anexo (ou pelo link http://www.crcn.gov.br/Gerencia/uploads/noticias/48_1.pdf). Informações mais detalhadas são fornecidas por meio do telefone (81) 3797.8024.

A FACEPE participa do programa Acelerador Global de Políticas de Inovação (Global Innovation Policy Accelerator) em Londres/UK

A FACEPE participou da Week One, de 19 a 23 de novembro, do programa Acelerador Global de Políticas de Inovação (Global Innovation Policy Accelerator) em Londres/UK.

O programa é focado em resultados e tem como objetivo central a formação e capacitação de gestores públicos na área de inovação. A iniciativa, que faz parte do Fundo Newton e tem duração de 9 meses, aconteceu em Londres/UK e contou com a participação de Neildes Vieira Paiva, gestora dos programas internacionais da FACEPE.

W1_Brazil_Day_10001