FACEPE divulga resultado da Seleção para Entrevistas do Edital 24/2018 – Apoio a Formação de Recursos Humanos Qualificados em Inteligência Artificial

RESIDENCIA_IAO Comitê de Julgamento, composto por representantes da FACEPE, SECTI e FITEC, selecionou 20 candidatos para a etapa de entrevistas para participação no Programa de Residência Tecnológica em Inteligência Artificial – RTIA. As entrevistas serão realizadas na FACEPE, no dia 25 de janeiro de 2019, das 8:30 às 12:00 e das 13:30 as 16:00.

Os selecionados receberão correspondência eletrônica com os respectivos horários. Os candidatos não selecionados receberão correspondência eletrônica com a justificativa. Recursos administrativos ao resultado da seleção poderão ser interpostos no prazo de cinco dias contados do envio da correspondência eletrônica, por meio do formulário eletrônico específico disponível no perfil do coordenador no sistema AgilFAP .

Resultado clique aqui.

 

 

O Diretor Científico da FACEPE, Prof. Paulo Roberto Freire Cunha, foi nomeado para compor a Comissão de Avaliação do Contrato de Gestão da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) – RETIFICADO

paulo cunha

O Diretor Cientifico da FACEPE, Prof. Paulo Roberto Freire Cunha, foi nomeado para compor a Comissão de Avaliação do Contrato de Gestão da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em mandato de 4 (quatro) anos, através da Portaria nº 6.653 de 21 de dezembro de 2018, publicado no DOU de 26 de dezembro.

Rede Nacional de Ensino e Pesquisa

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) provê a integração global e a colaboração apoiada em tecnologias de informação e comunicação para a geração do conhecimento e a excelência da educação e da pesquisa.

Desde 2002, é uma Organização Social (OS) vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e mantida por esse em conjunto com os ministérios da Educação (MEC), Cultura (MinC), Saúde (MS) e Defesa (MD), que participam do Programa Interministerial da RNP (PI-RNP).

Pioneira em 1992 como rede nacional de acesso à internet no Brasil, a RNP tem como principal incumbência promover o desenvolvimento tecnológico e apoiar a pesquisa de tecnologias de informação e comunicação, criando serviços e projetos inovadores e qualificando profissionais. Para isso, fornece às instituições públicas de pesquisa e de ensinos superior e tecnológico infraestrutura de redes avançadas que viabiliza e facilita a pesquisa colaborativa em diversas áreas do conhecimento. Por meio de aplicações dessa rede, possibilita a realização de projetos e a implementação de políticas públicas nas áreas de tecnologia, educação, saúde, cultura e defesa.

A RNP constrói seu ecossistema de braços dados com as universidades e centros de pesquisa que o compõem. O projeto, a implantação e a operação dessa infraestrutura e serviços para suporte à educação e à pesquisa utilizam o conhecimento e a competência dos pesquisadores e especialistas em computação e sistemas distribuídos brasileiros e de parceiros internacionais.

Baseado nesse modelo, realizam-se a experimentação de redes e novas aplicações, o teste de arquiteturas para internet, a engenharia para uma nova geração da rede Ipê, a prototipação e a evolução de serviços, um projeto de comunidade temática e a capacitação recursos humanos. De forma especial, 27 instituições sediam os Pontos de Presença (PoP), que estendem e representam a RNP em cada unidade da federação e mantêm, em cooperação estreita, uma operação segura e de qualidade em âmbito nacional e internacional.

Como suporte fundamental para grupos e centros de pesquisa executarem o que se convencionou chamar de e-Ciência, a geração de conhecimento apoiada por recursos distribuídos, essa ciberinfraestrutura para pesquisa oferece recursos de comunicação, armazenamento e computação de alto desempenho. Como suporte à educação e à colaboração a distância  global, todos os campi, independentemente de sua localização, devem possuir acesso com a mesma capacidade e qualidade ao portfólio de serviços avançados.

Para isso, a RNP promove e desenvolve parcerias públicas e privadas que viabilizam a superação de barreiras de infraestrutura, tecnologia e qualificação. Ao construir soluções junto à comunidade acadêmica, são partilhados os benefícios e promovido o desenvolvimento da educação e da ciência e tecnologia para o benefício dos brasileiros. Para atender esse grande desafio, a organização porcura sempre tornar esse ecossistema abrangente, seguro, simples e eficiente.

Tudo isso é possível graças a recursos recebidos de seus órgãos financiadores, a saber os ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Educação, Saúde e Cultura, firmados em seu Contrato de Gestão e a governança corporativa, composta por esses ministérios, representando o Estado brasileiro, e por universidades, sociedades científicas, usuários e associados, representando a sociedade civil.

Plataforma Lattes com falha na atualização de currículos

LattesA plataforma Lattes está apresentando falhas na atualização de currículos desde a semana passada, semana de término das submissões ao edital FACEPE 21/2018 PBPG 2019.1 e, parece, não haver uma previsão de normalização a curtíssimo prazo. Em função disso, para não prejudicar os pesquisadores que não conseguiram atualizar seus dados no Lattes, a FACEPE não importará os dados dos currículos dos orientadores agora. Esse procedimento será realizado apenas no dia 31 de janeiro.

SEFAZ-PE libera os recursos para pagamento das bolsas – mensalidade de dezembro/2018

2018-12

A Secretaria da Fazenda do Estado liberou os recursos para pagamento das mensalidades de dezembro/2018 das bolsas, assim a FACEPE estará encaminhando amanhã, dia 09 de janeiro, a folha de pagamento de todas as suas bolsas para os bancos.

Os bolsistas deverão ter acesso ao dinheiro dentro de, no máximo, dois dias, ou seja, quinta-feira.

 

Aluísio Lessa assume a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) de Pernambuco

aluisio-3Foi realizado na tarde da quinta-feira, dia 03 de janeiro, o ato de transmissão de posse do novo Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco, Aluísio Lessa, que assume a pasta nesse segundo mandato do governador Paulo Câmara, sucedendo a Engenharia Química Lúcia Mello.

Em seu discurso de posse Lessa destacou o trabalho da academia no desenvolvimento da ciência, Tecnologia e Inovação e disse que espera contribuir para o avanço tecnológico de Pernambuco. Ele destacou ainda a importância da UPE em seu processo de interiorização do conhecimento, levando desenvolvimento a todas as regiões do estado.

ALUÍSIO LESSA, 60 anos, é formado em Economia pela UFPE, a convite do ex-governador Eduardo Campos, desempenhou a função de coordenador da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Ministério da Ciência e Tecnologia. Entre 2007 e 2010, durante o primeiro governo de Campos, exerceu a função de secretário de Articulação Política. Em 2010, elegeu-se deputado estadual pela primeira vez e, em 2013, foi convidado para auxiliar no cargo de secretário de Articulação Social e Regional de Pernambuco. Renovou o mandato na Assembleia nas eleições de 2014 e 2018.

Confira aqui mais fotos:

 Fonte: Assessoria de Comunicação da SECTI

FACEPE divulga o resultado final do Edital 12/2018 – ZIKA – Inovação

zika inovação

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) divulga o resultado final do Edital 12/2018 – ZIKA – Inovação e informa que não houve proposta aprovada para este edital.

Propostas não enquadradas, receberão correspondência eletrônica e os recursos administrativos ao resultado poderão ser interpostos no prazo de dez dias contados do envio desta correspondência, por meio do formulário eletrônico específico disponível no perfil do coordenador no sistema AgilFAP (https://agil.facepe.br/).

Clique aqui e confira o resultado.

FACEPE participa de chamada para a vinda de pesquisadores britânicos ao Brasil

UK

A Fundação de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco (FACEPE), através do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançam a chamada The UK Academies 2018, realizada em conjunto com The Royal Society, The Academy of Medical Sciences e British Academy, no escopo do Fundo Newton. O objetivo é fomentar a vinda de pesquisadores britânicos para trabalhar em conjunto com pesquisadores brasileiros, no Brasil.

São elegíveis pesquisadores britânicos das áreas de ciências naturais, engenharia, ciências médicas, ciências sociais e humanidades. Os proponentes devem ser pesquisadores doutores a pelo menos dois anos e máximo de sete anos (young researchers) ou acima de sete anos (senior researchers). Para participar é preciso haver um pesquisador doutor colaborador no Brasil, vinculado a uma Instituição de Ensino Superior (IES) no Estado, como co-proponente (host researcher).

O fomento da FACEPE se dará por meio do: Research Mobility Grants (missões de 15 dias a até 3 meses), através dos seguintes itens financiáveis: passagens, diárias e seguro-saúde no valor total de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) por proposta. A FACEPE irá financiar apenas 1 (uma) proposta. O proponente deve verificar os valores de diárias disponíveis em https://agil.facepe.br/tabelas.php.

As propostas deverão ser enviadas até o dia 25 de março de 2019 por meio do endereço https://sigconfap.ledes.net/ e também diretamente para a FACEPE, através dos seguintes passos:

  • Acessar o AgilFAP com seu login e senha (https://agil.facepe.br/);
  • Escolher, na aba Formulários, o item “Bolsas e Auxílios”;
  • Indicar, na aba Auxílios, a modalidade “APQ – Projeto de Pesquisa”;
  • Selecionar, em Natureza da solicitação, a opção “Editais” e, em Editais vigentes, a opção “Edital 26/2018 – UK Academies”.

No formulário online no AgilFAP deve ser incluído o plano de trabalho. O proponente deve manter o seu CV Lattes atualizado. Não serão aceitas propostas que submeterem a apenas uma plataforma, é obrigatória a submissão nas duas plataformas.

Acesse aqui a chamada.

Para maiores informações sobre a chamada na FACEPE, por favor entrar em contato com a gestora do programa, Neildes Vieira Paiva, através do e-mail: neildes.paiva@facepe.br

Acesse aqui informações da chamada no site do CONFAP.

A FACEPE lança o edital para concessão de Bolsas de Incentivo Acadêmico (BIA) a projetos institucionais apresentados por qualquer IES pública de Pernambuco, federal ou estadual

BIA2019

A FACEPE lança o edital para concessão de Bolsas de Incentivo Acadêmico (BIA) a projetos institucionais apresentados por qualquer IES pública de Pernambuco, federal ou estadual.

O objetivo do Programa é incentivar a adaptação à vida acadêmica e a inserção em atividades de ensino, pesquisa e extensão de alunos egressos da rede pública de ensino que obtiveram as melhores classificações nos exames vestibulares das Instituições públicas de Ensino Superior (IES) de Pernambuco, federais ou estaduais, buscando evitar que, por carência de recursos financeiros, estes alunos abandonem os cursos ainda no primeiro ano de estudo.

Será concedido um total de 200 bolsas para 1º e 2º semestres de 2019 (100 para cada), com valor unitário de R$400,00.

O prazo para submissão se encerra em 01/02/2019.

Acesse o Edital.